Quarta-feira, Junho 19, 2024
InícioArtigos Lusopress3.ª edição do Cortiçada Art Fest

3.ª edição do Cortiçada Art Fest

O inovador Museu Experimenta Paisagem (MEP) vai acolher a 3.ª edição do Cortiçada Art Fest. Este é um espaço ao ar livre dedicado à exploração artística, em harmonia com o ambiente natural.

Por outro lado, é um festival itinerante que se realiza nos próximos dias 10 e 16 de junho no interior de Portugal. Ademais promete transformar a paisagem através da arte e promover uma relação única entre criatividade, comunidade e cultura.

O inovador Museu Experimenta Paisagem (MEP) vai acolher a 3.ª edição do Cortiçada Art Fest. Este é um espaço ao ar livre dedicado à exploração artística, em harmonia com o ambiente natural.
O inovador Museu Experimenta Paisagem (MEP) vai acolher a 3.ª edição do Cortiçada Art Fest. Este é um espaço ao ar livre dedicado à exploração artística, em harmonia com o ambiente natural.

Museu Experimenta Paisagem transforma interior de Portugal

O festival vai contar com a presença de mais de 20 artistas. O certame contará com workshops e performances destinados a professores, profissionais da cultura e do turismo, políticos, habitantes locais e estudantes. A diversidade de participantes visa a fomentar um ambiente de aprendizagem e troca de experiências, essencial para o desenvolvimento de programas educativos inovadores.

O Cortilada Art vai percorrer os municípios de Idanha-a-Nova, Sertã, Proença-a-Nova, Oleiros e Pedrógão Grande.

O Cortilada Art vai percorrer os municípios de Idanha-a-Nova, Sertã, Proença-a-Nova, Oleiros e Pedrógão Grande. E os participantes terão a oportunidade de interagir diretamente com artistas e colegas de diferentes áreas. Este intercâmbio cultural e profissional permite assim a partilha de estratégias inovadoras para envolver a comunidade na paisagem cultural do interior de Portugal.

O Cortilada Art vai percorrer os municípios de Idanha-a-Nova, Sertã, Proença-a-Nova, Oleiros e Pedrógão Grande.

Com um programa rico e variado, no último dia do evento, vai ocorrer o Creative Talk, um momento dedicado à reflexão sobre mediação cultural e programas educativos. Moderado por Matilde Torres Pereira, este evento conta com a participação de figuras proeminentes como Catarina Távora da Orquestra Sem Fronteiras e João Pinharanda do MAAT.

O MEP marcou o início das atividades de comunicação do festival em Montreuil

Um dos objetivos do projeto é criar um sentido de pertença e envolvimento entre as comunidades locais e aqueles que, embora afastados, mantêm uma ligação afetiva com o território. Este enfoque foi sublinhado no evento de divulgação que o MEP realizou no passado dia 6 de maio em Paris. O evento, em parceria com o atelier Yokyok, teve lugar no Centro Tignous de Arte Contemporânea, em Montreuil, e marcou o início das atividades de comunicação do festival.

ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos Populares