Sábado, Abril 13, 2024

Tertúlia Solidária

A Academia do Bacalhau de Paris voltou a reunir compadres e comadres na Casa Canelas para a tertúlia de outubro. A vertente solidária manteve-se, desta vez com o benefício a reverter para a Associação Les Amis de Mikhy, que apoia crianças e famílias vítimas de cancro infantil desde há 10 anos, incluindo casos de luso-descendentes.

Mais de uma centena de pessoas ouviram o presidente Luís Gonçalves no discurso de abertura enviar recados internos apelando à união. À Lusopress TV esclareceu a finalidade do movimento.

Foi este caracter solidário que trouxe para o movimento em 2014 a comadre Isabel da Ponte.

A vertente de ajuda ao próximo e a necessidade dos membros se conhecerem ou reencontrarem periodicamente foram destacadas à nossa reportagem pelo vice-presidente e empresário Manuel Pinto Lopes.

Durante as tertúlias há uma indumentária com acessórios obrigatórios.

Na Casa Canelas também houve tempo para ouvir a historiadora Aurore Decamps-Ronsin, neta da falecida porta estandarte Felicia da Assunção Pailleux, e agora a nova presidente do núcleo de Lillers e porta-guião da Liga dos Combatentes, em substituição da sua avó.

Roupa sem Fronteiras” é a campanha que anualmente é lançada no fim do ano pela Academia do Bacalhau de Paris e que este ano irá decorrer de 17 a 24 de novembro para angariar roupa e calçado de adulto e criança, brinquedos ou roupa de casa que este ano serão entregues aos mais desfavorecidos de Cabeceiras de Basto, Fafe e Arcos de Valdevez.

Durante a tertúlia também houve espaço para recordar a malograda comadre Lídia Sales e as sementes que deixou antes do seu falecimento com a apresentação de duas novas comadres: Naíde Pinto e Judite Subtil.

O fim desta iniciativa foi assinalado com o sorteio de um Cabaz de Natal oferecido pela Casa Canelas, entre todos aqueles que compraram a respetiva rifa solidária.

ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos Populares