Quarta-feira, Junho 19, 2024
InícioReportagensHistórias de PortugalAldeia da Pena, onde a magia da serra se esconde num vale

Aldeia da Pena, onde a magia da serra se esconde num vale

É uma aldeia de encantos. Fica situada nas profundezas de  um vale da serra de São Macário, no concelho de São Pedro do Sul, em Viseu. A Aldeia da Pena, como é conhecida, é um tesouro escondido no interior de um Portugal profundo. Uma aldeia que se encanta pela natureza envolvente e pelas suas casas de xisto.

 Quem se aventura a descer a estrada íngreme e estreita que leva à Aldeia da Pena, num percurso que deve ser feito devagar, conhecerá uma aldeia histórica, onde apenas vivem seis pessoas. São elas que não deixam esta pequena aldeia de um interior profundo desaparecer.

As ruas da aldeia têm acesso proibido aos automóveis, no entanto a circulação de animais é livre e quem passeia a pé pelas vielas da aldeia podem ter a oportunidade de se cruzar com os animais.

 Alfredo Brito é um dos seis habitantes da Aldeia da Pena, juntamente com a sua esposa e as suas filhas. Diz, não sentir o isolamento, porque sempre encontra pessoas que visitam a aldeia. Para si, é uma questão de hábito.

 Alfredo é criador de vacas de raça arouquesa é e proprietário do único restaurante que existe na aldeia. Aqui, ao fim-de-semana, chega a ter todos os lugares ocupados com turistas que vêm visitar a região e a aldeia, e vêm provar a vileta arouquesa e o cabrito assado.

 Também a viver na aldeia, António Arouca e a sua esposa. São proprietários da loja de artesanato “A lojinha da Augusta”. Depois de viverem mais de 30 anos em Lisboa, o casal decidiu reconstruir a casa que Augusta herdou dos pais, e assim fugir da capital para um recanto com sossego. Para o casal, viver na Aldeia da Pena é viver bem, e estão convencidos que a aldeia nunca mais acabará.

 São António e Augusta que fazem todas as peças de artesanato que aqui vendem. De miniaturas das casas de xisto da aldeia, também se pode encontrar o famoso mel da Aldeia da Pena. Conhecer a Aldeia da Pena é sentir o regresso a outros tempos. É absorver cada traço de um lugar único de um Portugal, profundo e verdadeiro. Vale a pena visitar a Pena.

ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos Populares