Terça-feira, Junho 25, 2024
InícioReportagensNa Europa e no MundoA 31ª edição da Feira do Vinho de Ponte de Lima realizou-se...

A 31ª edição da Feira do Vinho de Ponte de Lima realizou-se nos dias 9, 10 e 11 de Junho

A Lusopress visitou a 31ª Edição da Feira de Vinho de Ponte de Lima. A maior atração deste evento são os vinhos verdes de Ponte de Lima. Estivemos ainda à conversa com o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Vasco Ferraz, que demonstrou-se orgulhoso por este evento de referência e prometeu trabalho para alavancar a casta de vinhos do Loureiro.

A 31ª edição da Festa do Vinho Verde e dos Produtos Regionais de Ponte de Lima realizou-se nos dias 9, 10 e 11 de Junho. Este evento de referência do sector vitivinícola em Portugal, manteve a aposta que a tem diferenciado, promovendo o incontornável vinho verde de Ponte de Lima. A organização nasce de uma parceria entre o Município de Ponte de Lima com a Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, e com a Escola Superior Agrária de Ponte de Lima. A edição deste ano contou com 13 expositores gastronômicos, 23 produtores de vinho e 8 artesãos locais. Pela primeira vez, o já tradicional Concurso de Vinhos Verdes foi antecipado para o dia 6 de Junho. A competição de Vinhos Verdes de Ponte de Lima contou com a participação de 20 produtores, num total de 41 vinhos a concurso. O resultado e a entrega dos prémios decorreu durante um jantar-convívio com a presença de produtores, júri do concurso, entidades e Executivo Municipal, na Clara Penha – Casa dos Sabores.

Durante o evento, a Lusopress esteve à conversa com o Engenheiro Vasco Ferraz, Presidente da Câmara de Ponte Lima. O autarca demonstrou-se orgulhoso por este evento de referência e prometeu trabalho para alavancar a casta de vinhos do Loureiro. O Presidente da Câmara de Ponte de Lima deixou promessas aos emigrantes que regressam à região durante as férias.“Ponte de Lima é uma cidade muito dinâmica, tendo sempre um conjunto de actividades. Estando ainda a meio do mandato, podemos sublinhar a transformação e ampliação dos espaços verdes do concelho”, afirmou o autarca. O Presidente da Câmara de Ponte de Lima reconheceu que o sucesso deste evento se deve à ajuda e participação da população local.“Não basta a vontade da Câmara para a realização destes projectos. É também necessário a vontade e força popular como força motriz para realizar eventos desta qualidade”, respondeu Vasco Ferraz.

Vasco Ferraz considera que a Feira de de Vinho Verde de Ponte de Lima é o palco ideal para os produtores revelarem o melhor dos seus produtos. “Esta feira é sempre muito participada, não só pelos locais, como também muitas pessoas que vêm de fora para conhecer as novidades dos produtores de vinho verde de Ponte de Lima que assenta bem nesta altura do ano. Os produtores sabem que esta é uma feira de eleição para os produtores demonstrarem o melhor de si”, reiterou o Presidente limiano.

O Presidente da Câmara de Ponte de Lima garante que a entrega de prémios é sempre uma forma de motivar aqueles que não ganham para o próximo ano fazerem melhor e revelarem um produto de melhor qualidade. “O feedback dos produtores tem sido excelente, bem como do júri que garante que os vinhos têm vindo gradualmente a aumentar a qualidade de ano para ano”, disse o autarca. O Presidente da Câmara de Ponte de Lima acredita que o Vinho da casta do Loureiro pode seguir os passos dos Alvarinhos, que lançaram recentemente um vinho no valor de 200 euros por garrafa. “O Alvarinho vai trazer para o mercado um vinho de 200 euros, o vinho do Loureiro pode seguir este caminho. Durante muitos anos andámos atrás daquilo que era produção dos Alvarinhos. A casta de Loureiro têm um potencial enorme para podermos crescer ao mesmo nível que o Alvarinho”, acrescentou o autarca local.

O chefe da autarquia diz que o principal segredo para o evento ser um sucesso são os limianos e a participação da sociedade civil. “Não basta a vontade da Câmara para a realização destes projectos. É também necessário a vontade e força popular como força motriz para realizar eventos desta qualidade”, afirmou o Presidente da Câmara de Ponte de Lima.

Vasco Ferraz deixou críticas ao concelho vizinho de Ponte de Barca que organizou um evento idêntico para a mesma data. “Não achamos que isso possa prejudicar a feira de vinhos de Ponte de Lima. Apenas considero que o município de Ponte da Barca podia comunicar melhor os seus produtos em momentos diferentes e não em momentos iguais”, concluiu o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Barca. 

ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos Populares