Quarta-feira, Julho 24, 2024
InícioReportagensNa Europa e no MundoMilhares de pessoas na primeira edição da Festa do Emigrante em Herbay...

Milhares de pessoas na primeira edição da Festa do Emigrante em Herbay no Stade Beauregards

A Lusopress foi até à primeira edição da “Festa do Emigrante” em Herbay no Stade Beauregards. A festa reuniu o melhor da música, cultura e gastronomia lusa em dois dias de plena festa, contando com nomes como: Soraia Ramos, Mike da gaita, Minhotos e Martos, Canário, José Malhoa, Manuel Campos, entre muitos outros artistas

 A primeira edição da Festa do Emigrante aconteceu nos dias 10 e 11 de Junho em Herbay. As noites de celebração da cultura, música e gastronomia portuguesa reuniram várias dezenas de milhares de pessoas. Para animar os festejos, subiram ao palco nomes como: Augusto, Canário, José Malhoa e Soraia Ramos. A adesão por parte do público superou as expectativas da organização do festival, tendo registado 32 mil visitantes no primeiro dia do evento. Stefany de Souza, da comissão organizadora do festival, que confessou alguns problemas, normais de uma primeira edição, confessando que não estava a contar com tanta adesão por parte do público. Aproveitou também para pedir desculpa às pessoas que não conseguiram entrar devido a um problema relacionado com a venda de bilhetes falsos. “Decidimos programar um pequeno evento que se tornou um festival de dois dias. Antes demais queria pedir desculpa a pessoas que não conseguiram entrar. Infelizmente tivemos alguns problemas gerados por um incidente relacionado com bilhetes falsos. Esperamos que esta festa aconteça de novo, mas queremos precisamos de ter mais gente a trabalhar connosco para podermos proporcionar as melhores condições”, afirmou Stefany de Souza. Augusto Canário foi um dos principais nomes que subiu ao palco da Festa do Emigrante em Herbay. À Lusopress, o carismático cantor português confessou a honra que é cantar para o público emigrante. “É sempre uma honra cantar para todos os emigrantes. Uma primeira festa é sempre uma primeira festa, com tudo de bom e de mau que isso pode trazer, sobretudo a nível da organização. Mas, pelo que vejo, conseguiram juntar muitas pessoas e uma bonita festa.” Tenho uma ligação muito especial com as comunidades portuguesas, porque também sou filho de um emigrante”, revelou o artista. A Caixa Geral de Depósitos foi um dos patrocinador deste festival. Ricardo Caliço, Presidente da Caixa Geral de Depósitos em França, reiterou que a Caixa está junto do emigrante e das comunidades, sendo essa a sua matriz. O presidente da instituição bancária portuguesa realçou a elevada afluência ao festival como reflexo da grande vontade da comunidade portuguesa em estar reunida. “É sempre um orgulho a Caixa Geral de Depósitos associar-se a iniciativas da comunidade portuguesa, sobretudo estas que estão bem organizadas e pensadas. A matriz da Caixa sempre foi a de apadrinhar este tipo de eventos que juntam os portugueses em França. A elevada afluência de pessoas mostra a vontade dos portugueses em estarem reunidos”.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos Populares