Terça-feira, Junho 25, 2024
InícioReportagensHistórias de PortugalAzeite Lágrima Dourada ganhou Medalha de Ouro e de Prestígio 2022 no...

Azeite Lágrima Dourada ganhou Medalha de Ouro e de Prestígio 2022 no Concurso Nacional de Azeites

Uma paixão. É assim que Mário Martins descreve a sua aventura na plantação de oliveiras e na produção de azeite. Uma aventura que, quase por acaso, está a afirmar-se como um caso de sucesso. A Lusopress viajou até à freguesia de Santa Comba, concelho de Vila Nova de Foz Côa para conhecer uma produção singular, que deu origem ao melhor azeite português de 2022.

O azeite Lágrima Dourada alcançou a Medalha de Ouro e de Prestígio no Concurso Nacional de Azeites de Portugal em 2022. Toda esta envolvência tem aumentado a ligação de Mário Martins às suas raízes. Mário Martins estava longe de imaginar que, algum dia, estaria a produzir um azeite vencedor no Concurso Nacional de Azeites. Não pensou nunca nas medalhas, mas qualidade esteve sempre na sua cabeça.
 
É Gilberto Velho, primo de Mário Martins, quem diariamente se ocupa das oliveiras e da empresa Sol Simbólico. É natural de Santa Comba, viveu vários anos no Porto, mas agora está de regresso às origens para abraçar este projeto. Mário Martins e Gilberto Velho encontraram no lagar Fábrica Douro o parceiro ideal para dar seguimento ao processo e dar corpo ao azeite Lágrima Dourada. Aqui, encontraram Álvaro Veiga, em quem confiaram desde o primeiro minuto. Estavam assim reunidas as condições para se alcançar um produto de excelência.
 
O Concurso Nacional de Azeites de Portugal realiza-se anualmente no palco privilegiado que constitui a Feira Nacional de Agricultura, em Santarém. Nesta viagem, Álvaro Veiga explicou ainda todo o processo, que começa com a receção da azeitona nas suas instalações, em São João da Pesqueira. Mais do que produzir um azeite para medalhas, significa dar continuidade a uma paixão.
ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos Populares