Domingo, Junho 23, 2024
InícioArtigos LusopressCaminho de Santiago Francês — história e beleza a cada quilómetro

Caminho de Santiago Francês — história e beleza a cada quilómetro

Todos os dias, os Caminhos de Santiago conquistam novos peregrinos, apaixonados pelas paisagens e histórias de cada etapa. No artigo de hoje, falamos sobre o Caminho de Santiago Francês: a sua história, as suas etapas e aquilo que não deve esquecer se abraçar esta aventura. 

Todos os dias, os Caminhos de Santiago conquistam novos peregrinos, apaixonados pelas paisagens e histórias de cada etapa. No artigo de hoje, falamos sobre o Caminho de Santiago Francês: a sua história, as suas etapas e aquilo que não deve esquecer se abraçar esta aventura. 

 

A história do Caminho de Santiago Francês

Reza a história que a evangelização de Espanha terá sido feita por Santiago, um dos dozes apóstolos de Jesus Cristo. O motivo das peregrinações à Galiza está no Breviarium Apostolorum: um registo biográfico dos apóstolos onde se faz referência à descoberta do túmulo de Santiago na Galiza. 

Segundo a lenda, depois de ter sido decapitado por Herodes Agripa, o seu corpo foi transportado e enterrado na Galiza, sendo a sua sepultura descoberta no reinado de Alonso II (759-842). Entre 813 e 820, Pelágio, um ermitão, observou uma “chuva de estrelas” sobre um monte do bosque. Avisado das luzes, o bispo Teodomiro ordenou escavações e encontrou uma arca de mármore com os ossos do santo e dos seus discípulos. 

Informado, o Rei das Astúrias mandou construir 3 Igrejas no lugar indicado, dando-se início às primeiras peregrinações. 

 

O Caminho de Santiago Francês 

O Caminho de Santiago Francês é o caminho mais popular entre os peregrinos a Compostela: cerca de 70% dos peregrinos. É também o que tem as melhores infraestruturas para receber os caminhantes. 

Este percurso começa em Saint-Jean-Pied-de-Port, no sul de França, e vai até Santiago de Compostela. São cerca de 800 km de viagem, por norma, feitos entre 28 e 35 dias.

Por ser um Caminho tão popular, as etapas do Caminho Francês estão sempre repletas de peregrinos (mesmo nas épocas baixas, como outono ou inverno) e o ambiente vivido é inigualável. Além disso, por ser o caminho mais frequentado, este é um percurso com vários albergues, restaurantes e lojas.

As etapas do Caminho Francês

O Caminho Francês começa na localidade de Saint-Jean-Pied-de-Port, no sul de França e muito perto da fronteira com Espanha. É composto por 33 etapas num total de 764km. 

 

Caminho de Santiago Francês

 

Cada etapa tem entre 18 a 30 km e é possível passar por cidades como Pamplona, Logroño, Burgos, Leon, Astorga, Ponferrada, entre outras. 

  • Etapa 1 – Saint Jean Pied de Port – Roncesvalles (24,2km)
  • Etapa 2 – Roncesvalles – Zubiri (21,4 km)
  • Etapa 3 – Zubiri – Pamplona (20,4 km)
  • Etapa 4 – Pamplona – Puente de la Reina (23,9 km)
  • Etapa 5 – Puente de la Reina – Estella (21,6 km)
  • Etapa 6 – Estella – Los Arcos (21,3 km)
  • Etapa 7 – Los Arcos – Logroño (27,6 km)
  • Etapa 8 – Logroño – Nájera (29 km)
  • Etapa 9 – Nájera – Santo Domingo de La Calzada (20,7 km)
  • Etapa 10 – Santo Domingo de La Calzada – Belorado (22 km)
  • Etapa 11 – Belorado – San Juan de Ortega (23,9 km)
  • Etapa 12 – San Juan de Ortega – Burgos (25,8 km)
  • Etapa 13 – Burgos – Hornillos del Camino (21 km)
  • Etapa 14 – Hornillos del Camino – Castrojeriz (20 km)
  • Etapa 15 – Castrojeriz – Frómista (24,7 km)
  • Etapa 16 – Frómista – Carrión de los Condes (18,8 km)
  • Etapa 17 – Carrión de los Condes – Terradillos de los Templarios (26,3 km)
  • Etapa 18 – Terradillos de los Templarios – Bercianos del Real Camino (23,2 km)
  • Etapa 19 – Bercianos del Real Camino – Mansilla de las Mulas (26,3 km)
  • Etapa 20 – Mansilla de las Mulas – León (18,5 km)
  • Etapa 21 – León – San Martín del Camino (24,6 km)
  • Etapa 22 – San Martín del Camino – Astorga (23,7 km)
  • Etapa 23 – Astorga – Foncebadón (25,8 km)
  • Etapa 24 – Foncebadón – Ponferrada (26,8 km)
  • Etapa 25 – Ponferrada – Villafranca (24,2 km)
  • Etapa 26 – Villafranca – O Cebreiro (27,8 km)
  • Etapa 27 – O Cebreiro – Triacastela (20, 8 km)
  • Etapa 28 – Triacastela – Sarria (18,4 km)
  • Etapa 29 – Sarria – Portomarín (22,2 km)
  • Etapa 30 – Portomarín – Palas de Rei (24,8 km)
  • Etapa 31 – Palas de Rei – Arzúa (28,5 km)
  • Etapa 32 – Arzúa – Pedrouzo (19,3 km)
  • Etapa 33 – Pedrouzo – Santiago de Compostela (19,4 km)

4 dicas para fazer o Caminho de Santiago Francês 

1. Preparação física 

A preparação física é essencial e reduz substancialmente o risco de lesões. São aconselhados pelo menos três meses de preparação, que devem começar com caminhadas de curta a média distância, com a maior regularidade possível. Estas caminhadas devem ser feitas em diferentes tipos de pisos e inclinações, de forma a simular os tipos de percursos que serão encontrados durante o percurso.

2. Mapas do Caminho de Santiago 

Ainda que o caminho esteja bem sinalizado pelas famosas setas amarelas, é importante levar um mapa em papel com o percurso desejado. Leve também mapa digital para ser consultado pelos smartphones ou em caso de dúvidas, consulte uma aplicação GPS. 

Caminho de Santiago Francês

3. O que levar na mochila 

Teoricamente, o peso da mochila deve ser 10% do peso do caminhante, pelo que o conselho é levar apenas o essencial. É importante apostar numa boa mochila de caminhada: impermeável, com capa de proteção de chuva, costuras duplas e estrutura rígida interna. 

A roupa deve ser própria para caminhada: de fibra, leve, transpirável e de secagem rápida, e as quantidades devem ser adequadas ao número de dias e à altura do ano.

O calçado será o item mais importante do peregrino. Não deve ser um calçado novo e o mais aconselhado são as botas de caminhada com sola de borracha. Contudo, opte por calçado ao qual está habituado para evitar as bolhas e desconforto.

4. O que não pode mesmo esquecer  

  • Documento de identificação;
  • Cartão de débito para levantar dinheiro nas caixas Multibanco;
  • Todos os documentos necessários para a viagem de regresso;
  • Credencial do Peregrino;
  • Concha de vieira pendurada na mochila que o identifica como peregrino de Santiago. 

Se está a pensar fazer o Caminho Francês de Santiago, o importante é a preparação: física, mental e logística. Assim, chegará a Santiago de Compostela sabendo que aproveitou toda a beleza do Caminho.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos Populares