Quinta-feira, Fevereiro 22, 2024
InícioNotíciasCulturaPrimeira exposição de Teresa Roza d’Oliveira em Londres

Primeira exposição de Teresa Roza d’Oliveira em Londres

Teresa Roza d’Oliveira (1945-2019) nascida na ilha de Moçambique, terá a sua primeira exposição em Londres durante o mês de fevereiro.

Acima de tudo, Teresa Rosa d’Oliveira é um nome incontornável da luta pelos direito das mulheres. Mas também pela independência de Moçambique onde foi casada e constituiu família. Quando se separou, mudou-se para Portugal onde viveu, nos últimos 30 anos, com uma mulher. Motivo pelo qual a sua obra terá sido afastada do holofotes artísticos e da causa politica, ao mesmo tempo isso deu ainda mais voz à defesa da igualdade de género que a sua obra revelava.

Nas artes, estudou pintura no Núcleo de Arte, litografia e gravura na Sociedade Cooperativa Portuguesa de Gravadores.

Teresa Roza d'Oliveira (1945-2019, Moçambique) | Sem título, 2011 Óleo sobre madeira dimensões variáveis (cerca 165 x 144 cm)

Neste percurso artístico, esteve rodeada de grandes mestres, como Frederico Ayres, João Ayres e Bertina Lopes. E trabalhou lado a lado com José Júlio, Malangatana, Ayres, Maluda e Freire.

Influências que lhe valeram várias exposições individuais e coletivas. As suas obras passaram por países como Moçambique, Angola, Portugal e Espanha, para além das coleções privadas e institucionais como a coleção de arte de Natália Correia (Açores), Cimpor, Petrogal, Portugal Telecom, Privanza.

Obra integrada na Perve Galeria

Teresa Roza d'Oliveira (1945-2019, Moçambique) | Camões, 2011 Óleo sobre tela 74 x 60 cm Camões, 2011
Teresa Roza d'Oliveira (1945-2019, Portugal) | Sem título, 2012 díptico, óleo sobre tela 100 x 79,5 cm

Em janeiro de 2022, a obra da artista foi integrada na coleção da Perve Galeria. Além disso, foi apresentada, em destaque, no VIP Lounge da feira de arte contemporânea africana AKAA – Also Known As Africa, em Paris, a par com a obra cerâmica de Reinata Sadimba. No final desse ano, fez parte do leilão promovido pela Piasa, uma das mais conceituadas leiloeiras francesas. Nesse leilão, dedicado à arte moderna e contemporânea africana, a sua obra ilustrou a capa da secção dedicada aos artistas de língua portuguesa.

No ano passado, teve as suas obras incluídas num leilão da Sotheby’s, em Londres. Logo depois, teve a primeira exposição antológica teve lugar na Freedom’s House – Mário Cesariny e Perve Galeria, em Lisboa. Além disso, destaque ainda para a secção África em Foco da feira de arte contemporânea ARCO Lisboa, onde a Perve Galeria participou a convite de Paula Nascimento, curadora da secção.

Histórias de dor e vulnerabilidade

Cartaz da exposição de Teresa Roza d'Oliveira em Londres

Agora, durante todo o mês de fevereiro, a galeria Ed Cross – Fine Art, em Londres, recebe a primeira exposição a solo de Teresa Roza d’Oliveira no Reino Unido.

“Nesta exposição, Teresa Roza d’Oliveira mostra cenários de histórias que nunca iremos conhecer, mas são repletos de vulnerabilidade e dor. São dramas da vida privada que não nos deixarão indiferentes”, referiu Richard Gray, curador da exposição em Londres.

ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos Populares