Terça-feira, Junho 25, 2024
InícioReportagensHistórias de PortugalFurnas da Alfândega do Porto recriam cenário imersivo com Monet e Klimt

Furnas da Alfândega do Porto recriam cenário imersivo com Monet e Klimt

Claude Monet nasceu em Paris, a 14 de Novembro de 1840. O seu pai tinha uma mercearia e queria que o filho seguisse as suas pisadas. Não respondeu aos desejos do pai, mas impressionou o mundo da pintura com o seu estilo. Munido de um pincel e uma tela, o artista recriou nas suas obras os efeitos da luz no ambiente e as suas impressões pessoais.

Da metrópole parisiense, agora é tempo de viajar para a Áustria. Gustav Klimt deixou-se mover pelos ideais românticos e através do simbolismo, e até da sua irreverência, recriou nas suas obras o contexto histórico-social, da capital austríaca, Viena, e ainda se deixou levar pelo romantismo dourado.

Um impressionista e um simbolista juntos numa exposição que promete. O contraste artístico encontra-se presente nas furnas da Alfândega do Porto, até ao dia 9 de Janeiro, de 2022.
 
ARTIGOS RELACIONADOS

Artigos Populares