22 Jun, 2018 Última Actualização 9:15 AM, 20 Jun, 2018

Greve na Caixa Geral de Depósitos em França

 

Os trabalhadores da Caixa Geral de Depósitos, em França, estão em greve. Falta de meios para dar apoio à comunidade portuguesa, condições precárias no trabalho e salários baixos são as principais reivindicações.  Os funcionários do banco público querem chegar a um acordo com a administração e mostram-se desagradados com as medidas de Paulo Macedo. De relembrar, a sucursal tem 48 agências em solo francês, dentro das quais 20 estão fechadas, em protesto.

"Somos livres de voar"

 

Livres de voar, livres de expressar os ideais de uma democracia. Já lá vão 44 anos, uma distância significativa desde os tempos em que se trocaram armas por cravos. Unidos em prol da revolução do 25 de Abril, de 1974, um grupo de amigos reuniu-se para mais um jantar da Liberdade. O momento teve lugar no Restaurante Lisboa, em França.

"É um trabalho que nunca tínhamos feito"

 

Em 2007, a SLCR nasce no mercado francês. Com o objectivo de marcar a diferença, a empresa pauta os seus serviços focados na reestruturação de edifícios. França, Portugal, Estados Unidos e Cabo Verde são as áreas onde executam os trabalhos.

Para ficarmos a perceber um pouco do dia-a-dia da empresa, vestimos o fato- macaco e, em Palaiseau, acompanhamos a evolução de uma obra. 

Peixe português em destaque na Seafood de Bruxelas

 

Uma das principais feiras internacionais de produtos de pesca, a Seafood, decorreu no parque de Exposições, em Bruxelas, do dia 24 ao dia 27 de Abril. O certame contou com mais de 1600 expositores, abrangendo um total de 100 países. O evento atrai, anualmente, mais de 25 mil compradores e fornecedores de produtos do mar, equipamentos e serviços. De Portugal, partiram cerca de duas dezenas de empresas ligadas à indústria do mar.

Investimento constante nos Açores

 

Há 54 anos, Diamantino Marto emigrava para França com o objectivo de juntar algum dinheiro e regressar ao seu país. Esse regresso, até hoje, ainda não aconteceu. O empresário, é dono de uma das maiores empresas de demolições em França e de outras sociedades, ligadas ao imobiliário, agricultura e hotelaria. É nos Açores que tem o investimento do seu coração. Foi numa visita turística, há trinta anos, que se apaixonou pelo Solar do Conde, localizado em São Miguel.