18 Nov, 2019 Última Actualização 3:27 PM, 17 Nov, 2019

Festas do Bodo é porta aberta a todos os emigrantes pombalenses

 

Pombal abriu, uma vez mais, as suas portas à tradição secular das Festas do Bodo. As festas do concelho são cada vez mais um ponto de encontro para milhares de pombalenses, em especial aqueles que residem no estrangeiro e aproveitam esta ocasião para regressar a Portugal. Após a chegada da Filarmónica Artística Pombalense hastearam-se as bandeiras e o salão nobre da câmara municipal abriu as suas portas para a Sessão Solene de Abertura das Festas do Bodo. A cerimónia foi presidida pelo Secretário de Estado do Ambiente, João Ataíde. Após o seu discurso, o autarca Diogo Alves Mateus entregou algumas lembranças e partilhou a felicidade por, mais um ano, o concelho estar de braços abertos a todos os pombalenses.

LethesHome apresentou coleção “Fui a Viana”, com inspiração na Romaria

 

A LethesHome apresentou uma linha têxtil inspirada na Romaria. “Fui a Viana” é o nome da coleção que tem produção da Vianatece, e surge surge com o propósito de quem visita Viana do Castelo levar consigo uma recordação da cidade. A Vianatece é uma empresa de tecelagem artesanal fundada em 1985 em Viana do Castelo e instalada na Zona Industrial de Neiva. A coleção tem como designer Rui Carvalho, que se inspirou em alguns dos principais símbolos vianenses, entre os quais o Coração e a Estátua de Viana. A linha têxtil contou ainda com o fotógrafo Vitor Roriz e com o trabalho de Sónia Rodrigues, com o seu projecto Maria Kabaça, inspirado na mulher minhota e na tradição vianense, através de figuras pintadas à mão criadas a partir de cabaças. A coleção está disponível na LethesHome, nas suas lojas de Viana do Castelo e Porto. 

"Dovrum Experience" à boleia do chef Manuel Almeida, um cozinheiro do Mundo

 

Foi pelas margens do rio Douro, na calçada da cidade de Gaia, que a Lusopress foi degustar algumas especialidades do chef Manuel Almeida. E há petiscos para todos os gostos. Só no Mercado da Beira-Rio são três os espaços assinados por si. Define-se como “cozinheiro do Mundo”. Cada nova aventura de Manuel Almeida tem sempre como fio condutor a gastronomia de proximidade. Mais do que conhecer o talento para a cozinha, descobriu-se um homem empreendedor, que nunca se cansa de criar novos projectos. Neste momento, são cinco os espaços abertos ao público, com dois pontos em comum: a qualidade dos produtos e a paixão pelo Douro. Um novo espaço, um novo projecto, também em Gaia, seguindo a mesma temática do Douro, o Dourum Experience, um wine bar e loja com oferta de vinhos e produtos da região.

Manuel Almeida é o verdadeiro homem dos sete ofícios. A par dos projectos pessoais presta também serviços de consultoria, onde colabora há cerca de dois anos com a empresa Canelas, em Paris, na organização de eventos. Tem cerca de três décadas de experiência na gastronomia, e a sua formação teve início na Escola de Hotelaria e Turismo do Porto. Paixão é o que chama à sua vocação para a cozinha. Com a arte de saber conciliar todos os seus projectos e ocupações, Manuel Almeida nunca que diz que um projecto será o último.

Raul Castro: 10 anos de presidência do Município de Leiria em balanço

 

Raul Castro começou por desenvolver a sua carreira na Direção Geral dos Impostos. Hoje, todos o conhecem por presidir à Câmara Municipal de Leiria desde 2009, já depois de uma experiência autárquica na Batalha. Ao fim de 10 anos a dirigir os destinos da cidade de Leiria, Raul Castro será o cabeça de lista socialista para as próximas eleições legislativas. A aproximar-se do seu final de funções no Município, o autarca fez um balanço desta década de governação. 

Feira do Alvarinho de Monção bateu todos os records

 

A Feira do Alvarinho de Monção regressou ao Parque das Caldas para mais três dias de provas de vinho, degustação de produtos locais e animação musical. Durante o certame, mais de 30 produtores de Alvarinho da sub-região de Monção e Melgaço apresentaram os seus melhores vinhos. A feira tem como finalidade a defesa e valorização deste ex-líbris do concelho de Monção, reforçando a sua condição de instrumento estratégico para a competitividade económica da região.

Nesta que foi a 23ª edição do certame, foram vendidos mais 50% dos copos do que na edição do ano passado, o que leva a crer na visita de mais de 100 mil visitantes.