Monsanto Verde reflecte um novo conceito de vida
20 Jan, 2021 Última Actualização 5:15 PM, 19 Jan, 2021

Monsanto Verde reflecte um novo conceito de vida

 

Rui Gomes Pedro divide o seu tempo entre França e Portugal e entre a execução de projectos de gestão e a docência. Tem um currículo invejável no que diz respeito à sua formação académica e aos projectos desenvolvidos até ao momento. Está agora a desenvolver o projecto Monsanto Verde, implementado através de um modelo de gestão e desenvolvimento sustentável. Perto da vila histórica de Monsanto, na região central de Portugal, mais concretamente no concelho de Idanha-a-Nova, a sociedade Monsanto Verde desenvolve ‘villas’ adaptadas às diferentes estações do ano com base em materiais ecológicos e responsáveis no coração de uma herdade de exploração agrícola biológica e participativa, território de reserva natural, património protegido pela UNESCO. Este novo conceito de vida - combina economia solidária, partilha de espaços, cultura e aprendizagem - tem 40 casas ecológicas à venda em 240 hectares no coração de uma herdade totalmente certificada biológica. Estas casas utilizam materiais locais e respeitam os códigos do património rural da área. Reinventar a arte de viver o futuro é a palavra-chave do gestor professor Rui Gomes Pedro para este empreendimento, que combina know-how ancestral e tecnologias recentes. Mais do que apenas moradias, a Monsanto Verde propõe aos indivíduos que adoptem um verdadeiro modo de vida no modelo da rede de regiões orgânicas europeias (Regiões Ecológicas) com as suas próprias herdades biológicas e de produção activamente agrícola

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Associação Internacional dos Lusodescendentes quer organizar Feira da Lusofonia em 2021

 

A Associação Internacional dos Lusodescendentes foi criada em 2019 e está essencialmente focada e ao dispor dos lusodescendentes.

Ler notícia

Carlos Matos criou associação Leiria Saudável

 

Preocupado com as questões ambientais e, por consequência, de saúde, o empresário Carlos Matos avançou para a criação da associação Leiria Saudável. Aponta o dedo aos governantes políticos pela falta de fiscalização.

Ler notícia