Museu do Côa: a descoberta da arte rupestre
21 Jan, 2021 Última Actualização 5:46 PM, 21 Jan, 2021

Museu do Côa: a descoberta da arte rupestre

 

Para entender como nasceu o Museu do Côa é preciso recuar até ao ano 1991.

Com o início da construção de uma barragem no rio Côa, há a descoberta das gravuras atribuídas ao paleolítico. O responsável técnico-científico do Museu do Côa e do Parque Arqueológico, o doutor Thierry Aubry, explicou à Lusopress o processo de criação do museu, que permite aos visitantes descobrir a arte rupestre dos vales do Côa e do Douro.

 O Museu do Côa não substitui a visita aos locais da arte rupestre, e permite sim entender e perceber quem fez esta arte , Thierry Aubry salientou ainda que o Museu do Côa está sempre aberto ao público, mas as visitas aos locais de arte rupestre apenas são realizadas através de reservas antecipadas.

Para o responsável técnico-científico do museu, o futuro do espaço irá renovar-se, mediante as descobertas científicas. No final, fica o convite para a visita a Região do Vale do Côa e do Douro, com uma passagem pelo Museu do Côa.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Teresa Coelho assumiu funções de Secretária de Estado das Pescas

 

Até então presidente do Conselho de Administração da Docapesca, Teresa Coelho é, desde setembro de 2020, Secretária de Estado das Pescas.

Ler notícia

Associação Internacional dos Lusodescendentes quer organizar Feira da Lusofonia em 2021

 

A Associação Internacional dos Lusodescendentes foi criada em 2019 e está essencialmente focada e ao dispor dos lusodescendentes.

Ler notícia