04 Aug, 2020 Última Actualização 4:11 PM, 3 Aug, 2020

Reabertura de fronteiras entre Portugal e Espanha assinalada de forma especial

 

Os chefes de Estado e de Governo de Portugal e de Espanha juntaram-se para assinalar a reabertura da fronteira, encerrada há três meses e meio, com cerimónias de alto nível em Badajoz e Elvas. As autoridades dos dois países ibéricos quiseram conferir especial simbolismo político a esta reabertura e organizaram cerimónias durante a manhã de 1 de Julho, nos dois lados da fronteira. As cerimónias tiveram início no Museu Arqueológico situado na Alcáçova de Badajoz, e terminaram no Castelo de Elvas, no distrito de Portalegre. Em cada um dos lados da fronteira, foram executados os hinos português e espanhol, perante o Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, o rei de Espanha, Felipe VI, o primeiro-ministro português, António Costa, e o chefe do Governo espanhol, Pedro Sánchez.Devido à pandemia de covid-19, por decisão conjunta, a fronteira luso-espanhola esteve encerrada entre os dias 17 de março e 30 de junho, com pontos de passagem exclusivamente destinados ao transporte de mercadorias e a trabalhadores transfronteiriços. Foi um momento especial e importante, como referiu António Costa. Estão assim, novamente abertas, as fronteiras, com a esperança de que não se voltem a encerrar.