09 Apr, 2020 Última Actualização 3:33 PM, 8 Apr, 2020

Salão Maison&Objet 2020: Exportação portuguesa atinge valores históricos

 

Foram 115 as empresas portuguesas que marcaram presença na primeira edição de 2020, do salão bianual do imobiliário e decoração “Maison & Objet”. Durante quatro dias, vários visitantes percorreram os 130 mil m² de área coberta, do Parque de Exposições de Villepinte, em Paris. O Secretário de Estado Adjunto e da Economia, João Neves, também esteve presente e valorizou o posicionamento empresarial português no mercado a nível internacional, afirmando que é essencial o equilíbrio dos salários nacionais com essa excelência dos artigos produzidos.  Nesta exposição, dedicada à mostra de produtos do sector casa, é visível a crescente valorização de Portugal no estrangeiro, pelo consequente aumento dos níveis de exportação, quer seja no mobiliário, iluminação ou nos artigos decorativos. Assim o garante Nuno Barra, administrador do grupo Vista Alegre, a marca de porcelanas portuguesas mais antiga do país. Também a marca portuguesa de luxo Serip foi uma das que compareceu no certame. Os seus produtos, feitos a partir de bronze e vidro, enfeitam locais como The Simpsons Restaurant, em Londres, ou casas como a da cantora norte-americana Christina Aguilera e do designer de moda alemão Philipp Plein, levando o nome de Portugal  além-fronteiras. O seu responsável frisou a crescente valorização das peças portuguesas no estrangeiro. Neste certame que recebe cerca de 80 mil visitantes a cada edição, é cada vez mais elogiada a presença portuguesa. De ano para ano, o número de empresas participantes aumenta posicionando, assim, Portugal no grupo dos principais países exibidos no evento.