27 Feb, 2020 Última Actualização 10:04 AM, 27 Feb, 2020

Portugueses de Valor 2020 - Nomeado Alexandre Vaz

 

Natural de Ferreira de Aves, em Sátão, Alexandre Vaz tem dedicado grande parte do sua actividade profissional ao concelho que o viu nascer. “Recordo as brincadeiras que tive na escola, guardo os jogos de futebol, guardo o contacto que tinha e os ensinamentos dos meus pais e que a minha professora me deixou, que neste caso foi a minha mãe. Tenho uma recordação muito boa do liceu por onde passei, o Liceu Alves Martins e do Colégio Tomás Ribeiro onde estudei e onde fiz o 7º ano”. Em Sátão tem as suas memórias de infância, mas foi em Coimbra onde se formou e onde realizou o sonho de se licenciar em Medicina em 1979. Começou no Hospital de Viseu até passar para um hospital concelhio em Sátão. Aí manteve-se até à criação de um posto médico na aldeia onde hoje habita, Lamas de Ferreira de Aves. Em 2005 tornou-se presidente da Câmara Municipal de Sátão, cargo que desempenhou durante 12 anos. Hoje, é o vice-presidente do Município apoiando quem sempre esteve ao seu lado. Ser médico e poder exercer a profissão com o contacto com as pessoas foram os maiores sonhos que Alexandre Vaz cumpriu na vida. Respeitado por toda a população local, Alexandre Vaz tem no contacto com as pessoas, na educação, na maneira de estar e na honestidade os seus valores máximos. Sempre foi exercendo medicina de forma benévola em instituições locais, retirando daí o carinho do contacto com as pessoas. “Como cidadão, fui presidente do Clube Recreativo de Ferreira de Aves durante alguns anos. Em relação às IPSS na autarquia, iniciamos um programa de apoio mais forte às instituições e sempre que uma IPSS entre em dificuldades, o Município tem apoiado. Dizer também, como médico, que durante vários anos exerci medicina numa IPSS, que é do concelho, durante alguns anos, sem nunca ter auferido dinheiro, apenas o carinho das pessoas”. Considera-se patriota com a ideia de defender de Portugal, esteja onde estiver. “A mensagem que eu deixo aos portugueses é que acreditem nos políticos, acreditem no país e, sobretudo, aqueles que têm levado o nome de Portugal longe o continuem a fazer da mesma maneira, fazendo aquilo que mais gostam”.

Município de Faro não poupou esforços na recepção aos Portugueses de Valor

 

Faro acolheu, e acolheu bem. Durante três dias a comitiva dos Portugueses de Valor desfrutou do melhor da capital algarvia. O presidente do Município, Rogério Bacalhau, recebeu o grupo no Museu Municipal de Faro, apresentando as principais oportunidades de investimento no concelho. Faro é, hoje, um concelho atractivo, coeso e integrador, que procura reforçar a cada dia a sua capitalidade. 

9ª Gala dos Portugueses de Valor decorreu no Teatro das Figuras, em Faro

 

Os Portugueses de Valor fazem já parte da agenda da diáspora portuguesa. Este ano Faro foi a cidade escolhida para acolher e valorizar os portugueses, quer vivam fora ou dentro do país. A iniciativa da Lusopress tem sido valorizada pelo Governo português, contando com a presença do Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas.

Esta foi a 9ª edição, depois do evento passar por França, Tróia, Viana do Castelo, Açores, Leiria, Chaves e Figueira da Foz. Dos 100 nomeados, foram 10 os galardoados da noite. Assunção Nascimento, Domingos Silva, Fernando Amorim, Fernando Duarte, José Afonso, José Gonçalves, José Maria Costa, Ramiro Alves, Raul Castro e Tina Dumont. O sentimento comum era de orgulho e satisfação.

A entrega dos prémios decorreu no Teatro das Figuras, em Faro e foi abrilhantada pelas actuações de Cheila Simone e João Pedro Pais.  Responsáveis pela Lusopress e pelos Portugueses de Valor, Gomes de Sá e Lidia Sales, mostraram-se satisfeitos com a nona edição do evento. Já em marcha está a preparação do evento do próximo ano, que terá como destino a cidade de Bragança. 

Dez "Honra e Mérito" distinguidos pela Lusopress, em Faro

 

Há treze anos que a Lusopress é conhecida por unir os portugueses. Promovemos a língua, defendemos a cultura e honramos a história de Portugal. Há nove anos que distinguimos Portugueses de Valor, mas este trabalho é apenas conseguido com ajuda de inúmeros parceiros. Em Faro, no Teatro das Figuras, a Lusopress o prémio de Honra e Mérito a 10 pessoas, como forma de agradecimento ao apoio concedido.

O primeiro a subir ao palco foi Rogério Bacalhau, presidente da Câmara Municipal de Faro, pelo incansável trabalho de preparação do evento Portugueses de Valor. Seguiu-se José Luís Carneiro, Secretário de Estado das Comunidades, sempre lado a lado com as iniciativas e atento aos problemas das comunidades. O Embaixador António Monteiro, que já exerceu funções diplomáticas em França, e onde aqui continua a manter uma boa relação com a comunidade. Fernando Costa, que para além da sua actividade empresarial, proporciona baptismos de voo a crianças com deficiência. O empresário Paulino Subtil, que em muito tem contribuído para a iniciativa Miss Portuguesa França. Jean Philippe Deahl, presidente do Banque BCP, que tem sido ao longo dos anos um parceiro estratégico da Lusopress.

Carlos Matos, empresário de sucesso em França, ao qual a Lusopress agradece o trabalho e apoio constante ao longo dos vários anos de existência. Clementina Jorge subiu ao palco, para receber o prémio Honra e Mérito a título póstumo, em nome do seu falecido marido Manuel Francisco. Várias vezes nomeado Português de Valor, sempre foi um admirador da iniciativa da Lusopress. João Cazenave, designer gráfico e colaborador mais antigo da Lusopress. Por último, Alice Temporão, sempre presente nas iniciativas da comunidade e da Lusopress, com grande sentido de cooperação e alegria contagiante.

Nomeado Portugueses de Valor 2019: Lonni Martins

 

Lonni Martins é um exemplo da garra dos lusodescendentes. É filho do empresário Mário Martins, mas não se deixou ficar por aquilo que o pai conseguiu na vida. Nasceu em Paris, onde continua a morar, mas as suas ligações a Portugal são eternas. Lonni Martins divide a sua vida entre a actividade profissional e a sua paixão pelos automóveis. Talvez por influência do pai, que fez campeonatos de França e da Europa de Karting, Lonni desde os seus oito anos que começou a gostar e sentir interesse pelos automóveis. Hoje é piloto automóvel e está presente nas principais corridas da categoria. Paralelamente, concluiu o seu percurso académico e ingressou na empresa do pai, a MRTI, onde aí trabalhou durante seis anos. Com experiência suficiente, Lonni Martins decidiu criar a sua própria empresa, a Trailer Location Service, que presta ajuda na parte técnica dos camiões da MRTI. “Quis-me separar um pouco da MRTI, também um pouco para crescer”. Para além da família, tem muitos amigos portugueses, com os quais mantém uma ligação de proximidade. Está nomeado para os Portugueses de Valor, o que para si significa “um grande orgulho. É um prazer porque eu não sou da geração que veio de Portugal para França para construir uma vida. Eu já nasci com quase tudo, mas tenho as mesmas oportunidades de mostrar que consigo construir algo grande, como o meu pai. Estou contente de ser nomeado”.