23 Oct, 2020 Última Actualização 4:24 PM, 22 Oct, 2020

Portugueses de Valor 2020 - Nomeado Rui Gameiro

 

Rui Gameiro nasceu na capital portuguesa, mas foi no concelho de Pombal que viveu a sua infância. “Os meus pais são de Pombal, Santiago de Litém. Gosto muito desta terra”, confessa. Foi na zona centro de Portugal que cresceu e, por isso, nutre por este recanto um carinho especial. Entretanto, aos 14 anos, Rui muda-se para Lisboa e a sua vida muda completamente. “Trabalhava de dia e estudava de noite”, diz. Apesar do ritmo intenso, o português sentia-se enraizado nesta sua nova experiência e adaptou-se com facilidade. Poucos anos depois e por vicissitudes da vida, Rui Gameiro vê-se obrigado a mudar de país e muito por influência do irmão. “Na altura não queria sair de Portugal, mas o meu irmão insistiu para eu vir para França porque ele sentia-se sozinho”, afirma. É neste contexto que Rui parte para França e abraça assim um novo desafio. Com a ajuda do pai, o português ingressa na área da restauração e oferece os seus serviços a dois restaurantes, um francês e outro italiano. É sobretudo na base do trabalho, que empregou em solo francês, que em 1981 se aventura numa nova experiência. Em conjunto com um amigo, e ao atingir os 25 anos, decide abrir uma empresa. “A primeira empresa que criamos foi a La Fontaine, a segunda foi a empresa Cristal, que ainda hoje existe”, refere. A experiência de se tornar num empresário ganhou contornos reais e Rui abraçou quase toda a sua vida a desempenhar estas funções. Trabalhar faz parte da identidade do empresário, no entanto, um acontecimento inesperado culminou na merecida reforma. “Infelizmente tive um enfarte e foi aí que parei a minha actividade”, refere. Rui Gameiro é hoje aposentado, no entanto, apenas para a componente profissional. O empresário aproveita a vida de forma apaixonada e não esquece as suas raízes. “Tenho os meus netos em Portugal, quanto mais tempo lá passar mais perto estou deles”, confessa. Com um olhar que traduz a experiência que acumulou ao longo da vida, é com palavras sonantes que o português realça uma verdade inquebrável. “Estamos aqui de passagem e há que aproveitar a vida”, conclui.

 

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Miss Portuguesa França em sessão fotográfica para divulgar o concurso junto da comunidade portuguesa

Lidy Alves, eleita Miss Portuguesa França 2019, Fiona Duran e Tifanie Rodrigues que participaram na mesma edição do concurso, reuniram-se para realizar uma sessão de fotografias para divulgação da próxima edição da Miss Portuguesa França. O concurso de beleza vai realizar a sua 5ª edição, em França, em Junho de 2021.

Ler notícia

Boutique Histoire D´Olga conjuga venda de moda feminina e salão de chá no mesmo espaço

 

Com novas instalações e com um conceito diferenciado de boutique, a “Histoire D´Olga” tem com objetivo gerar aos seus clientes uma experiência diferente. A Histoire D´Olga é uma boutique de roupas e assessórios de moda feminina onde, no mesmo espaço, se mistura um ambiente clássico com um salão de chá.

Ler notícia

Cataratas do Iguaçu: uma experiência única e inesquecível

 

É um conjunto de 275 quedas de água e considerado Património Natural da Humanidade e uma das novas Sete Maravilhas da Natureza. As Cataratas do Iguaçu estão localizadas no parque Nacional do Iguaçu, no Estado brasileiro do Paraná, na região sul do país, e também no Parque Nacional Iguazú, em Misiones, já no país vizinho Argentina. 

Ler notícia

La Résidence Créteil acolheu noite de fado com Tereza Carvalho

 

O Restaurante La Résidence Créteil abriu as suas portas para uma noite de fados. Foi com casa cheia que a artista Tereza Carvalho fez o seu primeiro espetáculo para a comunidade portuguesa no pós-confinamento, provocado pela pandemia de Covid-19.

Ler notícia

Apocalypse de Saint Jean celebrado por portugueses em Pierrefitte-sur-Seine

 

Decorreu na Igreja de Sainte Thèrése, em Pierrefitte-sur-Seine, uma celebração em honra do Apocalypse de Saint Jean. O evento iniciou com uma conferência e contou com a presença de artistas portugueses, do Instituto do cavalo e equitação portuguesa e das artes equestres japonesas.

Ler notícia