30 Sep, 2020 Última Actualização 3:53 PM, 30 Sep, 2020

Apoio às associações nas comunidades portuguesas a concurso em 01 de outubro

O Ministério dos Negócios Estrangeiros anunciou hoje que o concurso para apoios ao associativismo das comunidades portuguesas começa em 01 de outubro e o limite máximo de ajuda será de 80% ou 50% do valor elegível do orçamento apresentado.

De acordo com um comunicado do gabinete de Augusto Santos Silva, o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) informou que “o concurso de apoio ao movimento associativo das comunidades portuguesas decorrerá entre 01 de outubro e 31 de dezembro de 2020".

A ajuda é atribuída pela Direção-Geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas (DGACCP) e dirigida a associações e federações das comunidades portuguesas, bem como a outras pessoas coletivas, nacionais ou estrangeiras, desde que "legalmente constituídas há mais de um ano" e sem fins lucrativos ou partidários, visando apenas o benefício sociocultural da diáspora nacional e ainda que estejam credenciadas na DGACCP.

Quanto ao limite máximo do apoio a conceder às entidades, no âmbito do concurso, o MNE referiu que será "de 80% ou de 50% do valor considerado elegível do orçamento apresentado, consoante as entidades tenham sede no estrangeiro ou em Portugal".

O MNE considerou prioritárias ações do movimento associativo que "privilegiem a promoção da língua e da cultura portuguesas, os jovens, a inclusão social, a capacitação e a valorização profissional, a participação cívica e política, o combate à xenofobia e o diálogo com as micro e pequenas empresas dos portugueses residentes no estrangeiro que queiram investir em Portugal".

As candidaturas ao concurso terão de ser apresentadas "exclusivamente" junto do posto consular ou da secção consular da embaixada territorialmente competente, e para estas entidades devem também ser remetidas eventuais dúvidas, acrescentou a nota.

O MNE sublinhou ainda que é obrigatório o uso do formulário de candidatura, aprovado pela portaria n.º 305/2017, de 17 de outubro, disponível no portal das comunidades portuguesas.

 

 

Fonte: LUSA

 

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Arqueológico do Carmo representa mais de 600 anos de história

 

A Igreja do Convento do Carmo foi considerada um dos mais belos templos góticos de Lisboa. Foi fundada 1389 por D. Nuno Álvares Pereira, em honra a Nossa Senhora do Carmo, como voto de agradecimento pela proteção divina durante as batalhas travadas contra os castelhanos. O Convento e a Igreja do Carmo foi o principal templo de Lisboa até em 1755, quando a capital portuguesa foi atingida por um grande terremoto que destruiu boa parte da cidade, atingindo também o complexo do Carmo.

Ler notícia

Judoca Katia Sombra é a nova contratação da Associação de Judo de Santarém

 

A judoca brasileira Katia Sombra foi três vezes campeã mundial de judo na classe de veteranos. Faixa preta nesta modalidade, a judoca foi convidada pela Associação de Judo de Santarém para ser treinadora da modalidade. Um dos seus principais objetivos é a procura de novos talentos, assim como a melhoria técnica dos atletas.

Ler notícia

Óbidos: a charmosa vila medieval portuguesa

 

Com um charme singular, a pequena vila de Óbidos é uma das mais pitorescas e bem preservadas das vilas medievais de Portugal. Óbidos é uma cidade perfeita, que encanta todos os que a visitam. A vila fica localizada no distrito de Leiria, tem cerca de 12 mil habitantes, mas a cidade vê a população crescer em períodos festivos e de férias. A cidade fica dentro de uma grande muralha da época romana, tornando-se assim numa cidade fortificada.

Ler notícia

Luis Palma Gomes venceu concurso "Haicai de Toledo - Kenzo Takemori"

 

Luís Palma Gomes recebeu a Lusopress na sua casa, de braços abertos, para uma conversa sobre literatura, a língua portuguesa e o seu percurso enquanto escritor.

Ler notícia

Aldeia da Pena, onde a magia da serra se esconde num vale

 

É uma aldeia de encantos. Fica situada nas profundezas de  um vale da serra de São Macário, no concelho de São Pedro do Sul, em Viseu. A Aldeia da Pena, como é conhecida, é um tesouro escondido no interior de um Portugal profundo. Uma aldeia que se encanta pela natureza envolvente e pelas suas casas de xisto.

Ler notícia