Empresário Joaquim Pires: restrospectiva de 2019 e futuros planos de acção
20 Jan, 2021 Última Actualização 5:15 PM, 19 Jan, 2021

Empresário Joaquim Pires: restrospectiva de 2019 e futuros planos de acção

 

Joaquim Pires é já um nome incontornável não só em Sainte Maxime, mas em toda a província Alpes-Côte d'Azur. Os empreendimentos de luxo que a Serip Groupe ergue, empresa do qual é proprietário, são já uma referência no setor da construção. Em conversa com a Lusopress, Joaquim refletiu sobre o ano de 2019 e o seu sucesso empresarial. O ano de 2020 ainda agora começou, mas o Serip Groupe vai já bem lançado e com vários projectos em mãos. Neste momento estão a terminar uma moradia construída por encomenda e, outras oito moradias estão em processo de construção.

Como se a gestão empresarial não lhe consumisse já tempo suficiente, Joaquim Pires é também, desde novembro de 2017, Cônsul Honorário de Portugal em Nice. Simultaneamente, assume funções de vice-presidente da Delegação do PACA da Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa, da qual foi o seu fundador em 2013, a convite de Carlos Vinhas Pereira, presidente da Câmara de Comércio de Paris.

Joaquim Pires garante ainda que, mesmo tendo crescido e passado a maior parte da sua vida em França, as suas origens portuguesas continuam bem vincadas em si. Para este empresário, que continua sempre focado em atingir objetivos mais altos, espera-se que o ano de 2020 seja um ano de bastante trabalho. Joaquim deixa ainda uma mensagem a todos os portugueses.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Associação Internacional dos Lusodescendentes quer organizar Feira da Lusofonia em 2021

 

A Associação Internacional dos Lusodescendentes foi criada em 2019 e está essencialmente focada e ao dispor dos lusodescendentes.

Ler notícia

Carlos Matos criou associação Leiria Saudável

 

Preocupado com as questões ambientais e, por consequência, de saúde, o empresário Carlos Matos avançou para a criação da associação Leiria Saudável. Aponta o dedo aos governantes políticos pela falta de fiscalização.

Ler notícia