17 Jul, 2019 Última Actualização 5:03 PM, 15 Jul, 2019

Dan Inger: um artista que junta portugalidade a um toque francês

 Dan Inger teve a sua primeira experiência artística aos 16 anos, quando se juntou a uma companhia de teatro. Nasceu em Champigny-sur-Marne, é filho de pais portugueses, e há mais de 30 anos que se dedica à música. Começou por cantar em francês, mas apaixonou-se pela música portuguesa ao ouvir Rui Veloso, com quem já gravou um dueto. Conheça a história desde artista lusodescendente, que junta portugalidade a um toque francês

 

"Gérald Bloncourt - Dias de Liberdade em Portugal" será apresentado a 2 de Maio em Paris

 

Gérald Bloncourt - Dias de Liberdade em Portugal é o novo livro de Daniel Bastos. Será apresentado no dia 2 de Maio, no Consulado Geral de Portugal em Paris. A obra foi concebida a partir do espólio de Gérald Bloncourt, um dos grandes nomes da fotografia humanista e que foi também um espectador privilegiado da Revolução do 25 de Abril de 1974.

A apresentação realiza-se 45 anos depois do regresso de Bloncourt da capital portuguesa a Paris, a 2 de maio de 74. A sessão constitui, também, a título póstumo, uma homenagem a Bloncourt, um homem que amou e honrou os portugueses. Uma iniciativa de Parcidio Peixoto proporcionou o contacto entre Daniel Bastos e Gérald Bloncourt.

Arte circense, dança e música: as paixões de Cheila Simone

 

Cheila Simone nasceu e cresceu em Lisboa, mas é em França que tem consolidado, o seu percurso artístico. Depois de ter estudado artes do espectáculo circense, no Chapitô, ultrapassou a fronteira, tinha apenas 18 anos. Lutou pelo sonho e tem dividido a sua vida entre as artes circenses, a dança e a música. Em 2013 lançou o seu primeiro álbum, e espera agora poder lançar o segundo com mais qualidade, levando-o a mais pessoas.

Descubra o Desfado: uma outra visão do Fado

 

Magali Antunes é um dos rostos de um projecto que tem uma nova abordagem sobre o Fado. Juntamente com Leonel da Graça, Eusébio Moreira, Micael Pinto e Fernando Lucas, formam o grupo Desfado e têm conquistado o público. Acordeão, bateria, viola e baixo dão ritmo e forma, a um fado desviado e desarticulado. É com alegria que se apresentam em palco, levando o público a viajar em diferentes ritmos.

Manuel Oliveira passa a ser o Presidente Honorário da Association Portugaise de Bienfaisance

 

São já 30 anos a prestar solidariedade a quem mais precisa. A Association Portugaise de Bienfaisence realizou a sua tradicional gala anual, neste que foi o último jantar de Manuel Oliveira como presidente da associação. Ao longo dos anos foram várias as iniciativas solidárias, quer em França como em Portugal e vai, por isso, continuar como presidente honorário da associação. O novo presidente é agora Manuel Pinto Lopes, que sempre acompanhou passo a passo os eventos realizados pela associação e que valoriza o mérito da antiga direcção. O grande desafio é agora continuar a actividade da associação com recurso às novas tecnologias.

 

O jantar contou com de cerca de 450 pessoas, entre as quais os deputados eleitos pelo circulo da Europa. Ambos salientaram a importância deste tipo de ações solidárias.

 

Na gala marcou também presença Diogo Mateus, presidente da Câmara Municipal de Pombal e o Eurodeputado do CDS, Nuno Melo, juntamente com Melissa da Silva, uma lusodescendente que integra a lista do partido ao Parlamento Europeu.

 

Manuel Jorge, um dos fundadores da Association Portuguaise de Bienfaisance, expressou que foi uma grande aventura os 30 anos em prol dos mais necessitados. O mérito foi reconhecido por todos os presentes, como testemunhou Armindo Freire.