Histórica Fábrica Torrejana evolui nas mãos da família Cardoso
01 Aug, 2021 Última Actualização 5:09 PM, 29 Jul, 2021

Histórica Fábrica Torrejana evolui nas mãos da família Cardoso

 

Numa viagem até Riachos, em Torres Novas, a Lusopress foi conhecer a história da Fábrica Torrejana. Está na posse da família Cardoso há 18 anos, mas conta com um longo historial.

Começou por ser um lagar de azeite e, posteriormente, deu origem a uma fábrica de extração de óleo de bagaço e óleo de girassol. Depois, foi palco para o embalamento do Azeite Oliveira da Serra. Surge finalmente, a intervenção da família Cardoso que viu na produção de biodiesel uma oportunidade de negócio. Com um projetista italiano, e com os conhecimentos metalúrgicos de João Cardoso, fizeram da Torrejana a primeira fábrica em Portugal dedicada à produção de biodiesel. A fábrica começou a funcionar a 100% em 2006. Até hoje, continua uma referência a nível nacional. A Fábrica Torrejana produz para as principais companhias petrolíferas em Portugal. Mas a família Cardoso representa muito mais do que produção de biodiesel. Ainda hoje detém a empresa de transportes Tracopol, responsável pelo transporte de produtos alimentares líquidos a granel. Os transportes e a Torrejana, deram assim início a uma série de investimentos para outras áreas de negócio. A família Cardoso detém, desta forma, um conjunto de empresas, que conta com mais de uma centena de colaboradores. Está presente no sector agrícola com azeite e vinho, no sector industrial com a produção de biodiesel, de azeites e óleos alimentares, e nos serviços com logística e transporte de mercadorias, distribuição de vinhos e azeites. Tem, neste momento, mais de 700 hectares de olival e cerca de 300 hectares de vinha, distribuídos pelo Ribatejo, Alentejo e Douro. Ainda assim, não faltam ideias para continuar a inovar.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Recorde a última entrevista de Otelo Saraiva de Carvalho à Lusopress

 

Otelo Saraiva de Carvalho, militar e estratego do 25 de Abril de 1974, morreu hoje de madrugada aos 84 anos, no hospital militar, disse à Lusa Vasco Lourenço, presidente da Associação 25 de Abril.

Ler notícia

Vai uma fogaça?

 

Das muralhas do Castelo de Santa Maria da Feira para a cidade existe um pacto vitalício: todos os feirenses terão que comer um pão doce para curar doenças.

Ler notícia

Conheça Bragança: uma experiência única e cheia de lugares ímpares

 

Falar de Bragança seria uma conversa interminável, começou por dizer Hernâni Dias, presidente da câmara municipal desde 2013. Apaixonado pela sua cidade, foi também de forma apaixonada que nos falou das principais características brigantinas.

Ler notícia