Histórica Fábrica Torrejana evolui nas mãos da família Cardoso
25 Jan, 2022 Última Actualização 8:00 AM, 28 Jan, 2022

Histórica Fábrica Torrejana evolui nas mãos da família Cardoso

 

Numa viagem até Riachos, em Torres Novas, a Lusopress foi conhecer a história da Fábrica Torrejana. Está na posse da família Cardoso há 18 anos, mas conta com um longo historial.

Começou por ser um lagar de azeite e, posteriormente, deu origem a uma fábrica de extração de óleo de bagaço e óleo de girassol. Depois, foi palco para o embalamento do Azeite Oliveira da Serra. Surge finalmente, a intervenção da família Cardoso que viu na produção de biodiesel uma oportunidade de negócio. Com um projetista italiano, e com os conhecimentos metalúrgicos de João Cardoso, fizeram da Torrejana a primeira fábrica em Portugal dedicada à produção de biodiesel. A fábrica começou a funcionar a 100% em 2006. Até hoje, continua uma referência a nível nacional. A Fábrica Torrejana produz para as principais companhias petrolíferas em Portugal. Mas a família Cardoso representa muito mais do que produção de biodiesel. Ainda hoje detém a empresa de transportes Tracopol, responsável pelo transporte de produtos alimentares líquidos a granel. Os transportes e a Torrejana, deram assim início a uma série de investimentos para outras áreas de negócio. A família Cardoso detém, desta forma, um conjunto de empresas, que conta com mais de uma centena de colaboradores. Está presente no sector agrícola com azeite e vinho, no sector industrial com a produção de biodiesel, de azeites e óleos alimentares, e nos serviços com logística e transporte de mercadorias, distribuição de vinhos e azeites. Tem, neste momento, mais de 700 hectares de olival e cerca de 300 hectares de vinha, distribuídos pelo Ribatejo, Alentejo e Douro. Ainda assim, não faltam ideias para continuar a inovar.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

"Rainha do Fumeiro" completou 31 anos

A Feira de Montalegre está de volta e cumpre a 31ª edição. A alimentar tradições desde 1992, a “Rainha do Fumeiro” é o certame de maior envergadura da vila. O município de Montalegre junta-se à Associação dos Produtores de Fumeiro da Terra Fria Barrosã e a festa dos sabores acontece.
Ler notícia

Próxima paragem: Museu Nacional Ferroviário, Entroncamento - Parte 2

Sejam bem-vindos à segunda parte, e última, da conversa com Maria Teixeira, responsável pelo Museu Nacional Ferroviário do Entroncamento. Aqui o aviso repete-se e pedimos especial atenção aos comboios.
Ler notícia

Próxima paragem: Museu Nacional Ferroviário, Entroncamento - Parte 1

Eis que surge o Primeiro Bilhete de Comboio. Uma frase que literalmente regenerou os caminhos de ferro em Portugal. Uma miniatura de uma locomotiva a vapor e um comboio bem real, onde estão os aposentos da Rainha D.Maria Pia. Partindo dos primórdios dos caminhos de ferro, em 1856, há toda uma história para contar até à atualidade. Por isso, pare, escute e olhe, porque existem muitos comboios a circular. 

 

Estúdio e Redação

  • 19 Avenue James de Rothschild 77164 Ferrieres-en-Brie França
  • 0033 6 18 44 74 55
 

Subscreva a nossa Newsletter