Em tempo de pandemia, Sernancelhe destaca-se no digital para promover produtos locais
08 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Em tempo de pandemia, Sernancelhe destaca-se no digital para promover produtos locais

 

Este ano, a Festa da Castanha, em Sernancelhe, foi diferente. Por causa das restrições da pandemia, que limitam os eventos tradicionais, surgiu a oportunidade de inovar, de fazer diferente, mantendo a essência do certame e o seu reconhecido sentido cultural.

Sernancelhe quis continuar a valorizar os produtos, os produtores e a marca Sernancelhe Terra da Castanha. Foi, por isso, que transformou a Festa da Castanha numa feira digital. A venda foi realizada na plataforma Dott.pt +, em parceria com os CTT. Numa caixa personalizada, juntamente com as castanhas calibradas e de qualidade máxima, era enviado um livro com o historial do concelho e potencialidades turísticas, assim como vouchers com desconto na restauração e hotelaria local, e ainda uma prova degustativa na loja interativa de turismo. O sucesso, foi inevitável. Aproveitando a disponibilidade da mesma plataforma, o Município decidiu lançar um novo projeto, para a época natalícia. É, com certeza, uma boa prenda de Natal. Faz parte da caixa premium um frasco de mel de flor de castanheiro, um sabonete artesanal, uma garrafa de vinho tinto DOC Távora Varosa ou uma garrafa de azeite virgem extra. Foram muitas as solicitações dos portugueses residentes fora do país, mas fica a promessa de, no próximo ano, o projeto conseguir corresponder além-fronteiras.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia