Museu Arqueológico do Carmo representa mais de 600 anos de história
28 Jul, 2021 Última Actualização 3:45 PM, 25 Jul, 2021

Museu Arqueológico do Carmo representa mais de 600 anos de história

 

A Igreja do Convento do Carmo foi considerada um dos mais belos templos góticos de Lisboa. Foi fundada 1389 por D. Nuno Álvares Pereira, em honra a Nossa Senhora do Carmo, como voto de agradecimento pela proteção divina durante as batalhas travadas contra os castelhanos. O Convento e a Igreja do Carmo foi o principal templo de Lisboa até em 1755, quando a capital portuguesa foi atingida por um grande terremoto que destruiu boa parte da cidade, atingindo também o complexo do Carmo.

 Hoje, o local abriga as ruínas da Igreja e o Museu Arqueológico do Carmo, que foi fundado em 1863 pelo arquiteto da Casa Real, Joaquim Possidónio da Silva.

Célia Pereira é conservadora do Museu Arqueológico do Carmo, e em entrevista deu-nos a conhecer a história das ruínas da Igreja do Carmo, um lugar que foi o centro da vida lisboeta por muitos anos e que era referência em Portugal.Em 1863 fundou-se a Associação dos Arqueológos Portugueses, por Joaquim Possidónio da Silva, arquiteto real, tinha como objetivo principal a defesa e valorização do património arquitetónico e arqueológico.

 Célia Pereira salientou que o Museu Arqueológico do Carmo possui um acervo bastante eclético, para que o visitante possa observar, tento também a oportunidade de ver um vídeo numa das capelas sobre a história das Ruínas do Carmo. No final, a conservadora do Museu Arqueológico do Carmo fez um convite às pessoas para conhecerem este edifício e a sua história com 631 anos de existência.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Recorde a última entrevista de Otelo Saraiva de Carvalho à Lusopress

 

Otelo Saraiva de Carvalho, militar e estratego do 25 de Abril de 1974, morreu hoje de madrugada aos 84 anos, no hospital militar, disse à Lusa Vasco Lourenço, presidente da Associação 25 de Abril.

Ler notícia

Vai uma fogaça?

 

Das muralhas do Castelo de Santa Maria da Feira para a cidade existe um pacto vitalício: todos os feirenses terão que comer um pão doce para curar doenças.

Ler notícia

Conheça Bragança: uma experiência única e cheia de lugares ímpares

 

Falar de Bragança seria uma conversa interminável, começou por dizer Hernâni Dias, presidente da câmara municipal desde 2013. Apaixonado pela sua cidade, foi também de forma apaixonada que nos falou das principais características brigantinas.

Ler notícia