Museu do Côa: a descoberta da arte rupestre
21 Oct, 2021 Última Actualização 8:19 AM, 19 Oct, 2021

Museu do Côa: a descoberta da arte rupestre

 

Para entender como nasceu o Museu do Côa é preciso recuar até ao ano 1991.

Com o início da construção de uma barragem no rio Côa, há a descoberta das gravuras atribuídas ao paleolítico. O responsável técnico-científico do Museu do Côa e do Parque Arqueológico, o doutor Thierry Aubry, explicou à Lusopress o processo de criação do museu, que permite aos visitantes descobrir a arte rupestre dos vales do Côa e do Douro.

 O Museu do Côa não substitui a visita aos locais da arte rupestre, e permite sim entender e perceber quem fez esta arte , Thierry Aubry salientou ainda que o Museu do Côa está sempre aberto ao público, mas as visitas aos locais de arte rupestre apenas são realizadas através de reservas antecipadas.

Para o responsável técnico-científico do museu, o futuro do espaço irá renovar-se, mediante as descobertas científicas. No final, fica o convite para a visita a Região do Vale do Côa e do Douro, com uma passagem pelo Museu do Côa.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

WOW - Que espetáculo de cerveja

Em Vila Nova de Gaia, o WOW, World of Wine, vai realizar o festival Craft

Ler notícia

Pedra Alta reúne à mesa artistas famosos em Castelo de Neiva

Entre Portugal e França, o Pedra Alta preenche os requisitos de quem procura comer bem. 

Ler notícia

Alfyma e cinco empresas portuguesas marcaram presença na Pollutec 2021, em Lyon

 

Durante quatro dias, o Parque de Exposições Lyon Eurexpo acolheu uma das maiores exposições mundiais do sector do ambiente: a Pollutec. O evento reúne um universo de importantes empresas fabricantes de equipamentos, processos e serviços industriais.

Ler notícia