NEGÓCIOS
09 Mar, 2021 Última Actualização 9:44 AM, 8 Mar, 2021

Grupo Alves Ribeiro inaugura centro de negócios Silk Road Paris

 

A construtora Alves Ribeiro inaugurou o Silk Road Paris, um centro de venda a retalho nas imediações da capital francesa, especialmente dedicado a produtos chineses. São cerca de 400 lojas, numa área equivalente a 10 campos de futebol, num investimento de mais de 100 milhões de euros. Este projecto situa-se junto ao aeroporto Charles de Gaulle e quer ser o centro de retalho de paragem obrigatória para os negócios da Europa com a China em diversas áreas. Aqui, são colocados em contacto directo retalhistas de origem chinesa com compradores franceses.
 
Este é o primeiro investimento do Grupo Alves Ribeiro em França, que conta já com uma ocupação de 30%. Para além da comunidade chinesa, também empresas portuguesas estão interessadas no espaço. Esta é a primeira fase do empreendimento, que perspectiva ainda poder chegar às 1000 lojas e acrescentar outros serviços, como hotéis e restauração.

Groupe Saint Germain apresenta o projecto Residence Saint-Antoine

 

Numa localização privilegiada em Ozoir-la-Ferrière, o Grupo Saint Germain está a lançar o Residence Saint-Antoine, um conjunto de apartamentos de arquitectura contemporânea. Bem situado geograficamente, este projecto é composto por 7 pequenos edifícios de diferentes tipologias, e oferece uma qualidade de vida singular. A qualidade dos materiais, a segurança, acústica e isolamento térmico garantem um bem-estar geral e um desenvolvimento sustentável. Há mais de 25 anos que o Groupe St Germain é especialista na concepção de habitações, que cumprem todos os requisitos. A aquisição de um apartamento na "Résidence Saint-Antoine" significa desfrutar de um ambiente de vida com qualidade através de uma herança que o tempo irá valorizar. Carlos Matos Júnior deixa, por isso, um convite.

MPA: 30 anos de experiência em renovação e design de interiores

 

Especialista na renovação e design de interiores, a MPA assegura-se na sua experiência, e concretiza o sonho dos clientes. Uma casa velha rapidamente se transforma num projecto de luxo com modernidade, simplicidade, novos espaços e uma decoração à medida do cliente. Por trás desta empresa de sucesso, está um homem empreendedor. Manuel Alves, é natural de Ponte de Lima, emigrou para França com 14 anos e com 17 começou a trabalhar.

Portugal representado oficialmente na maior feira do sector alimentar

 

Decorre entre 21 e 25 de Outubro, mais uma edição da SIAL Paris, um dos maiores certames mundiais para a fileira alimentar. O salão, tem lugar no parque de exposições Paris Nord Villepinte e constitui-se, uma vez mais, como uma plataforma internacional, onde produtores, importadores, distribuidores, e outros agentes económicos se encontram para estreitar relações e estabelecer novas parcerias.

Cerca de 7200 expositores de 119 países, distribuídos por 250 mil metros quadrados e esperados cerca de 160 mil visitantes. A França, naturalmente, foi o país mais representado, mas também Portugal marcou presença com uma forte delegação. O Governo Português fez-se representar oficialmente no certame, através da presença do Secretário de Estado da Agricultura e Alimentação. Luís Medeiros Vieira participou na cerimónia de inauguração da SIAL Paris 2018.ar.

A fortaleza da região do Dão

 
Há 55 anos nascia uma Adega com o intuito de produzir e divulgar os vinhos da Região do Dão. Penalva do Castelo é a morada da Adega Cooperativa que reúne um total de 1000 associados. O objectivo é representar o que de melhor se faz na região e para isso têm ao dispor um moderno sistema de vinificação. José Clemente é o Presidente da Adega Cooperativa de Penalva do Castelo e fala-nos sobre aquela que é considerada das mais modernas estruturas do sector vitivinícola a laborar em Portugal.
 

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

André Ventura em entrevista: balanço das presidenciais 2021 e a importância das comunidades

 

Licenciado e Doutor em Direito, André Ventura foi professor universitário, bem como consultor de diversas empresas na área jurídica. Lançou o projeto político do Chega no final de 2018, sendo reconhecido como o 24º partido português em Abril de 2019 pelo Tribunal Constitucional.

Ler notícia

Especial região do Minho: Quim Barreiros está há 50 anos a levar alegria ao povo português

 

Seja “A Garagem da Vizinha”, “A Cabritinha” ou “Bacalhau à Portuguesa”, todos os portugueses sabem trautear alguma música do conhecido cantor popular Quim Barreiros. Nascido e criado em Vila Praia de Âncora, Quim Barreiros está a celebrar meio século de careira. Foi em 1971, há 50 anos, que editou a primeira música gravada.

Ler notícia

Especial região do Minho: Fundação Santoinho preserva a tradição e património cultural minhoto

 

O Santoinho nasceu em 1972 pelas mãos de António Cunha, empreendedor no sector do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho. Desta forma, os turistas podiam levar consigo uma experiência única das tradições gastronómicas, populares, culturais e etnográficas da região, não só como visitantes mas acima de tudo como participantes.

Ler notícia

“As memórias da minha terra”: um olhar sobre Vale de Cambra pela voz de Arlindo dos Santos

 

É sobre o lema “unindo os Portugueses” e mostrando o que Portugal tem de melhor, que a Lusopress irá lançar um novo projeto: o Lusopress Book. A 1ª edição do livro irá ser lançada em 2021. Trata-se de um guia de qualidade de alguns municípios portugueses, com uma panorâmica geral de cada região. O objetivo é divulgar as características do património natural e arquitetónico, contando a história de cada destino, sejam cidades, vilas ou aldeias. 

Ler notícia

Especial região do Minho: “Joaquinzinho” das bicicletas é um histórico acordeonista

 

Joaquim Barreiros, histórico acordeonista de Vila Praia de Âncora e pai do popular cantor Quim Barreiros. Tem 102 anos, e uma vida repleta de histórias. É filho de uma professora que veio lecionar para Riba de Âncora, Joaquim veio com mãe do Brasil com oito anos, após a morte do pai que era natural de Covas, em Vila Nova de Cerveira.

Ler notícia