NEGÓCIOS
17 Jan, 2022 Última Actualização 10:16 AM, 14 Jan, 2022

Móveis Elmo são, há 33 anos, uma das maiores referências no mobiliário em França

 

Carpinteiro e marceneiro, de profissão e de vocação, Joaquim Machado chegou a França em 1973. Depois de algumas formações, estágios e trabalhos, sentiu força para se lançar no seu próprio negócio. Inicialmente Móveis Franco-Portugueses, posteriormente o negócio passou a ser conhecido por Móveis Elmo. Hoje, são duas as lojas abertas ao público, uma em Herblay e outra em Bondy. Especializada na venda de todo o tipo de mobiliário, a Móveis Elmo distinguiu-se, ao longo dos anos, pela inovação. Inovação essa que elevou a marca para outro patamar. Apesar das dificuldades, outra das bandeiras alcançadas pela empresa foi a mudança de mentalidade, em relação à qualidade dos móveis portugueses. A origem portuguesa é, agora, um motivo de orgulho. Em 2020, a Móveis Elmo festeja 33 anos de existência no mercado. Ideias novas não param de chegar, mas agora é altura de Joaquim Machado refletir sobre os próximos anos da Móveis Elmo. Aos clientes, fica um especial agradecimento. 

Salão Maison&Objet 2020: Exportação portuguesa atinge valores históricos

 

Foram 115 as empresas portuguesas que marcaram presença na primeira edição de 2020, do salão bianual do imobiliário e decoração “Maison & Objet”. Durante quatro dias, vários visitantes percorreram os 130 mil m² de área coberta, do Parque de Exposições de Villepinte, em Paris. O Secretário de Estado Adjunto e da Economia, João Neves, também esteve presente e valorizou o posicionamento empresarial português no mercado a nível internacional, afirmando que é essencial o equilíbrio dos salários nacionais com essa excelência dos artigos produzidos.  Nesta exposição, dedicada à mostra de produtos do sector casa, é visível a crescente valorização de Portugal no estrangeiro, pelo consequente aumento dos níveis de exportação, quer seja no mobiliário, iluminação ou nos artigos decorativos. Assim o garante Nuno Barra, administrador do grupo Vista Alegre, a marca de porcelanas portuguesas mais antiga do país. Também a marca portuguesa de luxo Serip foi uma das que compareceu no certame. Os seus produtos, feitos a partir de bronze e vidro, enfeitam locais como The Simpsons Restaurant, em Londres, ou casas como a da cantora norte-americana Christina Aguilera e do designer de moda alemão Philipp Plein, levando o nome de Portugal  além-fronteiras. O seu responsável frisou a crescente valorização das peças portuguesas no estrangeiro. Neste certame que recebe cerca de 80 mil visitantes a cada edição, é cada vez mais elogiada a presença portuguesa. De ano para ano, o número de empresas participantes aumenta posicionando, assim, Portugal no grupo dos principais países exibidos no evento. 

Os Severianos, um restaurante tipicamente português com forte aposta em eventos

 

Entre a Lourinhã e Torres Vedras, na localidade de Campelos, situa-se um dos mais afamados restaurantes da região. Severianos é o nome do espaço e o apelido da família que o gere há mais de 25 anos. “Os Severianos”, aberto desde 1993, tem mais de três hectares destinados a servir os clientes, da melhor forma. Ao longo dos anos foram várias as melhorias e inovações nas suas instalações, interiores e exteriores. Para além do seu amplo salão e das suas salas, o extenso jardim faz as honras da casa, proporcionando momentos de pura descontração e encanto. Na hora da refeição, as opções são muito variadas. Os Severianos e toda a sua história envolvente, resulta num espaço de luxo para um dia de casamento perfeito. O êxito do espaço resultou numa aposta em banquetes: casamentos, batizados, festas empresariais, eventos e outros que rapidamente se tornaram no ex-libris da casa. Ano após ano foram adquiridos novos equipamentos, ampliadas e remodeladas as instalações, não só em termos de espaço do restaurante como todos os apoios, como jardins, pinhal, lago e lugares para estacionamento. Não faltam motivos para visitar Os Severianos.

Relaxe no Hyatt Regency Chantilly, um projecto bem português, que faz sucesso em França

 

Artur Brás é um nome incontornável na região de Chantilly, em França. Com um grupo sólido de empresas de construção e promoção imobiliária, o seu mais recente projecto saiu fora da sua zona de conforto. Trata-se do Hyatt Regency Chantilly, um hotel de quatro estrelas. Depois de muitos anos à procura da melhor solução para o projecto, Artur Brás encontrou no grupo Hyatt o parceiro ideal. Localizado no coração de um dos destinos turísticos mais populares da região de Paris, o hotel oferece uma ampla gama de actividades e locais a não perder durante a sua estadia. O Hyatt Regency Chantilly abriu ao público a 12 de Novembro de 2018. Com pouco mais de um ano de existência, o projecto tem-se revelado um sucesso. Tem uma dimensão impressionante e Artur Brás orgulha-se de ter um cunho bastante português. Apenas a 20 minutos do aeroporto Charles de Gaulle e a 45 minutos de Paris, o espaço permite descansar num lugar onde o tempo é propício a novas trocas e descobertas. O sucesso tem sido tal, que estão já previstos projectos de ampliação do espaço. 

Embaixada de Cabo Verde promoveu encontro à procura de investimentos franceses

 

A embaixada de Cabo Verde, em Paris, reuniu cerca de 70 empresários franceses e da diáspora lusófona para apresentar as oportunidades de investimento no país. “Um evento para reforçar as relações de cooperação, mas também proporcionar relações económicas”, foram as palavras de Luis Filipe Tavares, Ministro dos Negócios Estrangeiros, Defesa e Comunidades de Cabo Verde. O sector do turismo é um dos mais apetecíveis, com cerca de 800 mil turistas anuais. Destes, cerca de 10% são franceses. Mas também sectores como os portos, aeroportos e serviços financeiros, interessam a Cabo Verde. Durante a conferência, as vantagens de instalação em Cabo Verde foram explicadas também pelo Embaixador de Cabo Verde em França, Hércules Cruz. Com a realização deste evento, foi possível partilhar e ouvir os investidores sobre a forma como decorrem os processos. O objectivo foi agilizar procedimentos, mas também afirmar Cabo Verde em França, numa noite onde foi também lembrada a questão da Lusofonia.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Próxima paragem: Museu Nacional Ferroviário, Entroncamento - Parte 2

Sejam bem-vindos à segunda parte, e última, da conversa com Maria Teixeira, responsável pelo Museu Nacional Ferroviário do Entroncamento. Aqui o aviso repete-se e pedimos especial atenção aos comboios.
Ler notícia

Próxima paragem: Museu Nacional Ferroviário, Entroncamento - Parte 1

Eis que surge o Primeiro Bilhete de Comboio. Uma frase que literalmente regenerou os caminhos de ferro em Portugal. Uma miniatura de uma locomotiva a vapor e um comboio bem real, onde estão os aposentos da Rainha D.Maria Pia. Partindo dos primórdios dos caminhos de ferro, em 1856, há toda uma história para contar até à atualidade. Por isso, pare, escute e olhe, porque existem muitos comboios a circular. 

Ler notícia

Desde 1995, a Impacto Verde é uma referência na mediação imobiliária e um parceiro dos seus clientes

 

Pedro Lopes é o rosto e o pilar da afirmação da Impacto Verde no mercado. Entrou no mundo da mediação imobiliária em 1995 e, desde então, nunca mais parou. O arrendamento tem sido uma das grandes apostas da Impacto Verde ao longo dos anos.

Ler notícia

 

Estúdio e Redação

  • 19 Avenue James de Rothschild 77164 Ferrieres-en-Brie França
  • 0033 6 18 44 74 55
 

Subscreva a nossa Newsletter