Manuel Alves apresenta a sua mais recente obra de recuperação de imóveis
28 Jul, 2021 Última Actualização 3:45 PM, 25 Jul, 2021

Manuel Alves apresenta a sua mais recente obra de recuperação de imóveis

 

A maioria dos edifícios do centro histórico de Paris conta já com vários anos. Quem vê este prédio por fora talvez não imagine que estas paredes têm já 55 anos de existência. Mas, com a intervenção da empresa portuguesa MPA, este prédio ganhará uma nova aparência.

Manuel Portela Alves é o proprietário da MPA, empresa de destaque no restauro de habitações. Estabeleceu-se no mercado francês há 33 anos e a sua experiência na reconstrução de imóveis é já significativa. À Lusopress mostrou uma das suas mais recentes obras. A empresa tem crescido, sobretudo, através de recomendações e do passa-a-palavra. A satisfação dos seus clientes é a principal preocupação para Manuel Alves. Outro dos cuidados de Manuel é também o uso de materiais produzidos em Portugal. Desde vidros, a madeiras, todos têm fabrico português.

Para um apaixonado pelo design de interiores, este foi apenas mais um desafio a juntar ao seu já vasto currículo. Os seus clientes esperam apenas que os continue a surpreender pela positiva, tal como tem feito até aqui.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Recorde a última entrevista de Otelo Saraiva de Carvalho à Lusopress

 

Otelo Saraiva de Carvalho, militar e estratego do 25 de Abril de 1974, morreu hoje de madrugada aos 84 anos, no hospital militar, disse à Lusa Vasco Lourenço, presidente da Associação 25 de Abril.

Ler notícia

Vai uma fogaça?

 

Das muralhas do Castelo de Santa Maria da Feira para a cidade existe um pacto vitalício: todos os feirenses terão que comer um pão doce para curar doenças.

Ler notícia

Conheça Bragança: uma experiência única e cheia de lugares ímpares

 

Falar de Bragança seria uma conversa interminável, começou por dizer Hernâni Dias, presidente da câmara municipal desde 2013. Apaixonado pela sua cidade, foi também de forma apaixonada que nos falou das principais características brigantinas.

Ler notícia