Casa Angola: de pequena mercearia em 1932, a empresa 100% exportadora
02 Oct, 2022 Última Actualização 1:01 PM, 30 Sep, 2022

Casa Angola: de pequena mercearia em 1932, a empresa 100% exportadora

 

Angola dá o nome, mas a empresa é bem portuguesa. O que era uma pequena mercearia de José Moreira, em 1932, é hoje uma grande empresa de cariz 100% exportador. Hoje, as exportações abrangem mais de três dezenas de países, e chegam aos cinco continentes. A pequena mercearia de "torrar e vender café de Angola" tornou-se um ícone de progresso em constante renovação e crescimento, que dificilmente o seu fundador poderia alguma vez imaginar.

A Casa Angola comercializa bebidas e produtos alimentares portugueses, levando-os aos quatro cantos do mundo. Ainda assim, há outros produtos que completam a sua oferta. A experiência acumulada, sobretudo na área do duty-free, e os contactos com grandes fornecedores nacionais e internacionais, possibilitaram que a actividade de exportação chegasse a hotéis, cantinas, distribuidores, retalhistas, armazenistas e multinacionais. O tipo de cliente da Casa Angola varia de acordo com as características de cada país.

Aproveitando o know-how adquirido nos mercados internacionais, a Casa Angola iniciou o desenvolvimento de projectos na área dos produtos de origem biológica, nos vinhos, nas águas de nascente, no café e nas conservas de peixe. A empresa tem mais de cinco mil produtos nacionais em stock, disponíveis para entrega imediata. Estrategicamente localizada na Maia, próxima ao aeroporto Francisco Sá Carneiro a Casa Angola tem o objectivo de melhorar e aproximar o seu serviço ao cliente.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

"Saudade, aqui e ali", a peça de teatro sobre a história de três gerações de portugueses em França

 

A peça de teatro “Saudade, ici et là-bas”, que é como quem diz “Saudade, aqui e ali”, chegou a Paris para mostrar a história de três gerações de portugueses em França. É escrita pela atriz franco-portuguesa Isabel Ribeiro, que conta com uma carreira de mais de 20 anos no mundo do teatro, dança e música. Nasceu em França, mas as suas raízes são portuguesas e, por isso, cresceu com esta dupla cultura.

Ler notícia

Hipódromo de Vincennes voltou a celebrar um dia dedicado a Portugal

 

O Hipódromo de Vincennes abriu portas a um excepcional dia dedicado a Portugal. Corridas de alto nível, animações, música e gastronomia ... não faltaram pontos de interesse no recinto. Esta é já a 10ª edição de um dia importante para a comunidade portuguesa da região parisiense.

Ler notícia

Crosne e Vila de Rei são agora cidades geminadas

 

Depois de, em julho deste ano, Crosne e Vila de Rei terem assinado uma carta de intenção para o protocolo de geminação, agora foi o momento de efetivar as intenções. Crosne e Vila de Rei passaram a ser cidades geminadas.

Ler notícia