Casa Angola: de pequena mercearia em 1932, a empresa 100% exportadora
12 May, 2021 Última Actualização 8:50 AM, 11 May, 2021

Casa Angola: de pequena mercearia em 1932, a empresa 100% exportadora

 

Angola dá o nome, mas a empresa é bem portuguesa. O que era uma pequena mercearia de José Moreira, em 1932, é hoje uma grande empresa de cariz 100% exportador. Hoje, as exportações abrangem mais de três dezenas de países, e chegam aos cinco continentes. A pequena mercearia de "torrar e vender café de Angola" tornou-se um ícone de progresso em constante renovação e crescimento, que dificilmente o seu fundador poderia alguma vez imaginar.

A Casa Angola comercializa bebidas e produtos alimentares portugueses, levando-os aos quatro cantos do mundo. Ainda assim, há outros produtos que completam a sua oferta. A experiência acumulada, sobretudo na área do duty-free, e os contactos com grandes fornecedores nacionais e internacionais, possibilitaram que a actividade de exportação chegasse a hotéis, cantinas, distribuidores, retalhistas, armazenistas e multinacionais. O tipo de cliente da Casa Angola varia de acordo com as características de cada país.

Aproveitando o know-how adquirido nos mercados internacionais, a Casa Angola iniciou o desenvolvimento de projectos na área dos produtos de origem biológica, nos vinhos, nas águas de nascente, no café e nas conservas de peixe. A empresa tem mais de cinco mil produtos nacionais em stock, disponíveis para entrega imediata. Estrategicamente localizada na Maia, próxima ao aeroporto Francisco Sá Carneiro a Casa Angola tem o objectivo de melhorar e aproximar o seu serviço ao cliente.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Joaquim Pires lamenta perda do chef e amigo Philippe da Silva

 

Philippe da Silva foi o primeiro chef português a receber uma estrela Michelin em França e um dos chefs de cozinha mais emblemáticos da cozinha francesa. Faleceu há cerca de um mês, com 67 anos, depois de dois meses de hospitalização por complicações da Covid -19. O chef português era dono do restaurante “Les Gorges de Pennafort” em Callas, no Sul de França. Nascido no Algarve, desde muito jovem que desenvolveu o gosto pela cozinha, tendo aprendido muito com a sua avó.

Ler notícia

Em França, a artista portuguesa Nair Pinto destaca-se na pintura e modelagem

 

Nair Pinto nasceu em Portugal, mais concretamente no concelho de Bragança. Foi para França ainda criança, e aí despoletou o seu interesse pelo desenho e a paixão pela arte. Mas, só mais tarde resolveu dedicar-se à pintura e à modelagem. Hoje, tem o seu atelier em Ozoir-la-Ferrière, nos arredores de Paris, onde dedica uma parte do tempo às suas obras.

Ler notícia

Empresa Forcefer, de Sernancelhe, aposta na "força do ferro" e já conquistou mercado francês

 

A Força do Ferro é a imagem de marca da Forcefer, empresa dedicada à engenharia metalomecânica, que surgiu em 2013, em Sernancelhe.Mostrando uma extraordinária capacidade de perceber as necessidades do setor, a empresa conseguiu rapidamente afirmar-se e ganhar mercado.

Ler notícia