Ande pelas ruas de Barcelos e descubra as criações artísticas de Técinka, um artista parisiense
01 Aug, 2021 Última Actualização 5:09 PM, 29 Jul, 2021

Ande pelas ruas de Barcelos e descubra as criações artísticas de Técinka, um artista parisiense

 

Formado pela Escola de Design Gráfico, em França, Técinka sempre foi um admirador de arte. Descobriu a arte de rua há cerca de 5 anos graças a artistas parisienses como Invader, C215 e Le Diamantaire. Tendo praticado vários campos artísticos durante alguns anos (desenho, graffiti, moldagem, corte de madeira…), acabou por se dedicar aos mosaicos.

Este meio torna-se muito interessante porque quanto menos ladrilhos são usados, mais difícil é criar uma forma detalhada. Cada design de peça torna-se um desafio e estimula a criatividade. Vendo a tristeza das pessoas por causa da COVID-19, Técinka queria fazer algo para fazê-las sorrir novamente. Especializou-se em corações em mosaico para partilhar a felicidade nas ruas e agora define-se como um “Coração de Rua”.

O projeto não leva nenhuma mensagem política, apenas felicidade. Algumas das suas instalações levam emblemas, monumentos ou as cores das cidades onde são instalados. Isso permite um melhor acompanhamento da paisagem urbana. O objetivo é sempre o mesmo: sorrir para quem passa. Na maioria das vezes, instala corações sem autorização, por isso Técinka tem que ser rápido e discreto.

Por outro lado, quando a instalação se revela difícil, procura os proprietários das instalações para obter a sua concordância para a instalação legal de um mosaico. Não considero o seu trabalho como vandalismo. O objetivo é bem o contrário, completar a rua, levar arte para todos, de graça. Agora já pode andar pelas ruas de Barcelos e encontrar mosaicos de Técinka.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Recorde a última entrevista de Otelo Saraiva de Carvalho à Lusopress

 

Otelo Saraiva de Carvalho, militar e estratego do 25 de Abril de 1974, morreu hoje de madrugada aos 84 anos, no hospital militar, disse à Lusa Vasco Lourenço, presidente da Associação 25 de Abril.

Ler notícia

Vai uma fogaça?

 

Das muralhas do Castelo de Santa Maria da Feira para a cidade existe um pacto vitalício: todos os feirenses terão que comer um pão doce para curar doenças.

Ler notícia

Conheça Bragança: uma experiência única e cheia de lugares ímpares

 

Falar de Bragança seria uma conversa interminável, começou por dizer Hernâni Dias, presidente da câmara municipal desde 2013. Apaixonado pela sua cidade, foi também de forma apaixonada que nos falou das principais características brigantinas.

Ler notícia