Museu do Caramulo: das artes aos automóveis antigos
12 May, 2021 Última Actualização 8:50 AM, 11 May, 2021

Museu do Caramulo: das artes aos automóveis antigos

 

É hora de conhecer um dos museus mais importantes da região da Beira Alta. A Lusopress subiu à serra e foi conhecer o Museu do Caramulo.

Assim foi, nos anos 50, que nasceu o Museu do Caramulo. Abel de Lacerda, apaixonado por obras de arte e João de Lacerda, apaixonado por automóveis, construíram dois edifícios em plena Serra do Caramulo, e assim expuseram as suas paixões ao mundo. Tiago Patrício Gouveia, director do Museu do Caramulo explicou à Lusopress que as obras expostas no museu vão desde pinturas de Amadeu de Sousa Cardoso, ou Picasso, a coleção de carros antigos. Nesta sala fica a exposição permanente de brinquedos, em miniatura, com mais de 3 mil peças diferentes de diversos países. Com mais de 500 obras na área reservada à arte, o museu tem expostas peças de tapeçaria, arte sacra, objetos com mais de mil anos de existência, como o Hittite Bull. Numa das salas, é possível encontrar obras de arte de artistas de renome, como Pablo Picasso, Salvador Dali, Amadeu de Sousa Cardoso e Miró. Aqui também pode ser visto o retrato de Salazar, pintado por Eduardo Malta no Caramulo. No edifício dedicado aos automóveis encontra-se uma centena de veículos, que representam 140 anos da história do automóvel. De motocicletas antigas, a carros do século XIX, veículos de guerra e carros de competição, neste salão existem veículos para todos os gostos. Também se pode encontrar os carros Cadillac de sete lugares que o Estado Português encomendou em 1947 para transportar António de Oliveira Salazar. Ainda há espaço para encontrar o Rolls Royce Phantom 3 que transportou a rainha da Inglaterra na sua visita a Portugal, assim como os Papas Paulo VI e João Paulo II. Para quem é apaixonado por natureza, arte e automóveis, não deixe de conhecer a região e o Museu do Caramulo. A Lusopress recomenda a visita.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Joaquim Pires lamenta perda do chef e amigo Philippe da Silva

 

Philippe da Silva foi o primeiro chef português a receber uma estrela Michelin em França e um dos chefs de cozinha mais emblemáticos da cozinha francesa. Faleceu há cerca de um mês, com 67 anos, depois de dois meses de hospitalização por complicações da Covid -19. O chef português era dono do restaurante “Les Gorges de Pennafort” em Callas, no Sul de França. Nascido no Algarve, desde muito jovem que desenvolveu o gosto pela cozinha, tendo aprendido muito com a sua avó.

Ler notícia

Em França, a artista portuguesa Nair Pinto destaca-se na pintura e modelagem

 

Nair Pinto nasceu em Portugal, mais concretamente no concelho de Bragança. Foi para França ainda criança, e aí despoletou o seu interesse pelo desenho e a paixão pela arte. Mas, só mais tarde resolveu dedicar-se à pintura e à modelagem. Hoje, tem o seu atelier em Ozoir-la-Ferrière, nos arredores de Paris, onde dedica uma parte do tempo às suas obras.

Ler notícia

Empresa Forcefer, de Sernancelhe, aposta na "força do ferro" e já conquistou mercado francês

 

A Força do Ferro é a imagem de marca da Forcefer, empresa dedicada à engenharia metalomecânica, que surgiu em 2013, em Sernancelhe.Mostrando uma extraordinária capacidade de perceber as necessidades do setor, a empresa conseguiu rapidamente afirmar-se e ganhar mercado.

Ler notícia