Embaixada de Cabo Verde promove certame “luso-francófono” no 17º bairro de Paris
01 Aug, 2021 Última Actualização 5:09 PM, 29 Jul, 2021

Embaixada de Cabo Verde promove certame “luso-francófono” no 17º bairro de Paris

 

Foi na Mairie do 17º bairro de Paris, que se deu um encontro entre a lusofonia e a francofonia, promovido pela Embaixada de Cabo Verde em França. Nesta festa cultural, intitulada “Français et Lusophone”, estiveram presentes representantes de alguns dos países lusófonos, entre eles Angola, Brasil, Guiné-Bissau, Portugal e São Tomé e Príncipe. Todos os representantes dos países lusófonos sentiram-se bastante satisfeitos com a organização deste evento, pois afirmaram que quando o tema é a lusofonia, nem todos os países lusófonos têm a mesma representatividade e enfoque.

Não só a língua de Camões foi enumerada como um ponto de contacto entre todos os países. Também parte da riqueza cultural e as formas de relacionamento e inserção noutras cultura, foram referidos como características partilhadas por todos povos lusófonos. O evento contou também com um mesa redonda, moderada por Phillipe David, onde os convidados, Phillipe Baden Powell e Mariana Ramos, discutiram aspectos culturais lusófonos como a poesia, a música, os afetos e a literatura.

O presidente da câmara do 17º bairro frisou ainda a importância deste acontecimento, para “reforçar os laços fortes” entre as comunidades lusófonas e as francófonas do próprio bairro. Houve ainda oportunidade para a produção ao vivo de um graffiti do artista Le H alusiva ao tema.

 

 

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Recorde a última entrevista de Otelo Saraiva de Carvalho à Lusopress

 

Otelo Saraiva de Carvalho, militar e estratego do 25 de Abril de 1974, morreu hoje de madrugada aos 84 anos, no hospital militar, disse à Lusa Vasco Lourenço, presidente da Associação 25 de Abril.

Ler notícia

Vai uma fogaça?

 

Das muralhas do Castelo de Santa Maria da Feira para a cidade existe um pacto vitalício: todos os feirenses terão que comer um pão doce para curar doenças.

Ler notícia

Conheça Bragança: uma experiência única e cheia de lugares ímpares

 

Falar de Bragança seria uma conversa interminável, começou por dizer Hernâni Dias, presidente da câmara municipal desde 2013. Apaixonado pela sua cidade, foi também de forma apaixonada que nos falou das principais características brigantinas.

Ler notícia