“Vejo-me aflito para arranjar tempo para ir comer umas sardinhas a Portugal”
27 Sep, 2021 Última Actualização 5:34 PM, 27 Sep, 2021

“Vejo-me aflito para arranjar tempo para ir comer umas sardinhas a Portugal”

 

A fuga a um regime de ditadura é muitas vezes uma opção para encontrar novas oportunidades. Manuel Monteiro, natural de Vila Nova de Foz Côa, reencarnou os antepassados da sua querida cidade. Vestindo a pele de um homem paleolítico, o empresário encontra na pedra o caminho para escrever o seu destino. A guerra não fazia parte dos seus ideais, por isso, fugiu das armas e optou por uma realidade mais segura.

Antes da revolução dos cravos, o empresário troca a serenidade do seu abrigo pela movimentada metrópole parisiense. Dos tempos que construía casas ao largo do Rio Douro, aos dias em que a internet chega com maior precisão a um lugar do que um Ferrari, Manuel torna-se num empresário de sucesso.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

A Première Vision de um mundo mais amigo do ambiente

 
João tem três filhos e quer deixar um planeta melhor aos seus rebentos. De que maneira é que isso é possível? Pois bem, basta seguir as atuais tendências do mercado. A indústria têxtil é das mais poluentes do mundo e tudo devido ao conceito que está à frente dos nossos olhos. O - Fast Fashion - ou seja, os preços apetecíveis e a rapidez com que a roupa chega até nós, fazem-nos vestir até o que não precisamos. A Première Vision desta realidade é feita na capital da moda, em Paris, e vários países  uniram-se para mostrar o que têm feito contra o desperdício. A sustentabilidade, para um consequente planeta melhor, foi o mote para o certame, que ocorreu de 21 a 23 de Setembro. Portugal está cada vez mais na moda e as 56 empresas portuguesas presentes na Première Vision comprovam a realidade.
Ler notícia

Desnível Bar 2 e o juízo que é preciso

 

O auditório de Alfornelos abriu as portas ao público para mais uma apresentação do Teatro Passagem de Nível. 40 anos já passaram desde o surgimento do TPN e em cena colocam a sua quadragésima terceira produção. 

Ler notícia

À conversa com João Pinharanda, ex-conselheiro cultural da Embaixada de Portugal em França

 

João Pinharanda nasceu em Moçambique, mas foi em Portugal que se formou em História e, enveredou pela História da Arte. Trabalhou como jornalista e especialista em arte em algumas publicações nacionais e foi peça crucial na fundação do Museu de Arte Contemporânea de Elvas.

Ler notícia

 

Estúdio e Redação

  • 19 Avenue James de Rothschild 77164 Ferrieres-en-Brie França
  • 0033 6 18 44 74 55
 

Siga-nos

                  

Subscreva a nossa Newsletter