Portugueses de Valor 2021: Nomeado Franck Novais
19 Sep, 2021 Última Actualização 8:51 AM, 17 Sep, 2021

Portugueses de Valor 2021: Nomeado Franck Novais

 

Franck Novais Fernandes nasceu a 14 de outubro de 1980, em Noisy-le-Grand, França. Filho de pais portugueses, tem muitas recordações sobre a sua infância e os verões passados em Portugal. “Lembro-me de que o pai trabalhava muito e não passei muito tempo com ele, mas tive a sorte de passar férias todos os anos em Portugal. Também descobri outros países à conta desse trabalho do meu pai”.

Franck Novais recorda-se ainda da avó paterna, com quem conviveu pouco tempo, e dos avós maternos, que lhe transmitiram muito conhecimento sobre as suas raízes e origem. Foi nesta altura que nasceu a paixão por Portugal, e conta uma história curiosa: “fiquei chateado quando comecei a falar e vim a Portugal e não conseguia perceber nem falar com a minha família portuguesa. Eu tinha quatro anos, mas prometi à minha avó que no ano seguinte, conseguiria compreender e falar português. Assim o fiz”.

Franck Novas frequentou a Escola de Comércio em Paris e trabalhou, durante alguns anos no negócio de automóveis, tendo sido, inclusive, dono de alguns concessões de marca francesa – Citroën. “Depois vendi as minhas partes e entrei numa empresa portuguesa – Metalusa - onde trabalhei e aprendi muito, e saí para entrar neste projeto da EchaGroupe”.

Sobre os sonhos, confessa que já os realizou. “Sonhava ter filhos, e poder olhar para eles e sentir que são felizes”. Mais recentemente, com a entrada na Echagroupe, da qual é sócio, conseguiu realizar o sonho de ter um projeto que encara como sendo o seu quarto filho. “Ter pessoas aqui dentro a conviver a partilhar momentos agradáveis é o melhor que se pode ter. Os colaboradores aqui sentem-se bem e nós, sócios da empresa, ao conseguirmos transmitir valores em que as pessoas se sintam bem no trabalho, a produtividade só pode ser positiva”.

Para si, os valores do respeito, humildade e trabalho, são tudo na vida. “Temos de aceitar que todos somos diferentes. A riqueza da vida é aceitar, entender e desenvolver esta diferença para ser ponto de ligação entre toda a gente”. Ao nível associativo, Franck Novais e a Echagroupe ajudam várias situações. “Fizemos eventos para juntar dinheiro e comida para enviar ao Haiti, ajudamos com bens para o Natal das crianças hospitalizadas em Portugal, ajudamos a população da Arménia durante a guerra. Temos de ajudar, temos de transmitir e ser o melhor possível”.

Para si, ser português, já teve vários significados ao longo da vida. “Em criança, significava férias. Com o crescimento, ser português era ser diferente. Porque éramos pessoas estrangeiras que vieram trabalhar quando não havia oportunidades em Portugal, e tentar ter vida um pouco melhor. Mas éramos vistos como estrangeiros”. Ainda assim, Franck Novais orgulha-se de ter tido sorte dos pais e avós lhes transitirem amor por Portugal. “Quando entrei na Metalusa, senti uma grande emoção quando abrimos uma fábrica em Portugal, porque o país passava por uma crise e senti estar a dar a mão a Portugal”.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

À conversa com João Pinharanda, ex-conselheiro cultural da Embaixada de Portugal em França

 

João Pinharanda nasceu em Moçambique, mas foi em Portugal que se formou em História e, enveredou pela História da Arte. Trabalhou como jornalista e especialista em arte em algumas publicações nacionais e foi peça crucial na fundação do Museu de Arte Contemporânea de Elvas.

Ler notícia

Maison & Objet 2021 regressou e teve assinatura portuguesa

 

O setor da moda e da casa ganharam novo ânimo no mês de Setembro. A Feira Internacional Maison & Objet esteve de volta e os profissionais do universo decorativo viram as atenções para o evento mais importante do ano. São vários os salões que acolheram a iniciativa, locais onde não faltam detalhes decorativos para ajudá-lo a ter novas ideias.

Ler notícia

Eleições Autárquicas 2021 com Marques Mendes

 

 A 1 de Outubro de 2017, as eleições autárquicas ficavam a conhecer o seu veredito final. Em disputa estavam 308 presidentes de câmaras municipais, respetivos vereadores e assembleias municipais. O resultado foi expressivo. o PS alcançou 37,82% dos votos. Uma vitória gorda que deixou à fome o seu oponente direto, o PSD, que não foi além dos 16,07 %. 

Ler notícia

 

Estúdio e Redação

  • 19 Avenue James de Rothschild 77164 Ferrieres-en-Brie França
  • 0033 6 18 44 74 55
 

Siga-nos

                  

Subscreva a nossa Newsletter