Portugueses de Valor 2021: Nomeado João Medeiros
18 Apr, 2021 Última Actualização 3:23 PM, 16 Apr, 2021

Portugueses de Valor 2021: Nomeado João Medeiros

 

João Medeiros nasceu na ilha dos Açores, no fim da década de 50. Portugal não vivia na plenitude das suas capacidades e muitos portugueses decidiram carimbar o passaporte em direcção a outra realidade. A família de João não foge à regra e emigrou para o continente americano. “Em 1969 fui com os meus pais para os EUA”, diz. 

Ao chegar a um país novo, uma realidade e cultura diferente, João atravessa a sua primeira grande dificuldade. “Com 10 anos fui para a escola e depois das aulas ia ajudar os meus pais. Viemos à procura de uma vida melhor, não falávamos a língua. Foi muito custoso”, confessa. Quando questionado pelo motivo da ter saído de Portugal, o português responde de forma peremptória. “Havia trabalho, mas não havia dinheiro”, relembra.

Desde cedo, João Medeiros encarou a realidade profissional e logo criou a sua identidade. “O primeiro emprego foi a trabalhar num grupo, durante as férias escolares, e ao longo de 12 horas por dia. Com 10 anos já trabalhava. Fui cozinheiro e trabalhei numa fábrica de jóias”, realça. É neste contexto que João descobre a sua vocação.“Trabalhei muitos anos com artistas famosos. Era supervisor, tinha sempre muitas pessoas a trabalhar para mim. Tudo passava pelas minhas mãos e eu tenho muita experiência”, destaca.

O empresário ganhou notoriedade na área da ourivesaria e em 1984 abriu o seu próprio espaço. “Decidi fazer a minha fábrica. Não sabia se ia ganhar dinheiro e não foi fácil”, diz. John Medeiros é o nome que veste o negócio do empresário e, ao mesmo tempo, espelha a vasta experiência que João acumula. A empresa é especialista em jóias e tem o cunho pessoal do português. Com as recordações escritas na memória, João é apaixonado por Portugal e por tudo o que envolve as suas origens. “O português é uma pessoa de classe, uma pessoa que trabalha muito. Gosto muito dos nossos portugueses. É preciso ter muita fé e nunca desistir”, realça.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Município de Faro evolui com novos investimentos

 

Faro é uma cidade milenar, à beira do mar e da natureza, a (re)descobrir. Se quer viver experiências inesquecíveis num cenário único e rico em património histórico e natural, Faro é o destino ideal. Os costumes das suas gentes, a gastronomia local, os eventos culturais, a diversão noturna, a Ria Formosa e as suas praias fazem parte dos muitos encantos que a Capital do Algarve tem para lhe oferecer.

Ler notícia

Valongouro tem novo investimento e está na vanguarda tecnológica

 

Sediada em Valongo, a Valongouro tem levado o seu nome, cada vez mais, além-fronteiras. Foi criada em 1999, e ao longo destes 22 anos de existência no mercado viveu muitas transformações no sector da ourivesaria. Foram essas transformações que permitiram à Valongouro evoluir e adaptar-se às exigências do mercado.

Ler notícia

Especialista em leilões, a Avalibérica rege-se por rigor, isenção e profissionalismo

 

A história da Avalibérica começa a escrever-se em 1998, mas a sua experiência é mais antiga. Tudo começou quando Adelino Gonçalves saiu da tropa e respondeu a um anúncio para ser recuperador de crédito. Por força dos contactos estabelecidos no mercado, começou a perceber que havia negócio possível dento das vendas dos ativos que o tribunal recuperava. Não teve medo de arriscar e, passo a passo, foi trilhando o caminho da Avalibérica.

Ler notícia

Carlos Gonçalves em entrevista: "Portugal deve contar com as comunidades portuguesas"

 

Carlos Gonçalves, deputado do PSD eleito pelo Círculo da Europa é um dos rostos mais conhecidos e próximo das comunidades portuguesas. Numa grande entrevista à Lusopress, o deputado social democrata analisou as implicações da pandemia de Covid-19 no seu trabalho diário.

Ler notícia

Conheça o museu dedicado à vida e obra de Rafael Bordalo Pinheiro, genial artista português

 

Rafael Bordalo Pinheiro é uma figura marcante da cultura portuguesa da segunda metade do século XIX. Há muito quem ache que é o mais genial artista português de todos os tempos. Virtuoso desenhador, caricaturista, ceramista, colocou o seu imenso talento plástico ao serviço das suas convicções cívicas e políticas e as suas criações satíricas servem-nos hoje como serviram há 150 anos. A Lusopress veio conhecer um pouco da vida e obra deste artista português no Museu Bordalo Pinheiro, em Lisboa.

Ler notícia