Uma viagem na memória a bordo do Sud Express
08 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Uma viagem na memória a bordo do Sud Express

 

 Bem-vindo a bordo do Sud Express, com destino a Lisboa. Está a bordo de um dos comboios europeus mais antigos, que fazia a viagem entre Paris e a capital portuguesa. Apelidado de "o trem dos emigrantes", o Sud Express viu malas de papelão, cestas de vime e tornou-se lendário. Ia lotado de atmosferas carregadas de saudade. Aqui, partilhavam-se refeições, contavam-se aventuras e reinava o desejo do regresso a Portugal. A Pastelaria Canelas, abriu as suas portas a uma representação musical e teatral desta viagem do Sud Express. Uma viagem que mergulha continuamente em diferentes ambientes, onde sobressai a nostalgia. Entre sons de estações, bilhetes na mão e histórias com emoção, cada espectador viveu intensamente este momento. O comboio arrancou, e foi através do fado e de uma encenação teatral que o público pode reviver estes momentos ainda presentes na memória e no coração.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia