Associação Gaivota comemorou 20 anos com um concerto de fado
08 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Associação Gaivota comemorou 20 anos com um concerto de fado

 

São 20 anos de paixão pelo Fado. E foi por esta paixão que a associação Gaivota foi criada: dar a conhecer o fado em terras gaulesas. Sedeada em Bry-sur-Marne a associação tem divulgado e promovido encontros de partilha de fado, mas também poesia e outras formas ligadas à cultura portuguesa. Para comemorar estes 20 anos de existência, a associação promoveu um concerto de fado que teve lugar no Teatro de Bry, com o fadista Jorge Fernando que é o padrinho da associação, com o guitarrista Custódio Castelo e, na viola, José Ganchinho.

 

A presidente e fundadora da associação Gaivota, Maria José Henriques, é uma apaixonada pelo fado e, junta com amigos, leva a Gaivota a voar com o fado por terras francesas. Jorge Fernando, um dos grandes compositores de música portuguesa, salientou o belo trabalho que a associação Gaivota tem feito na divulgação da cultura portuguesa em França.

Os deputados eleitos pelo círculo da Europa, Carlos Gonçalves e Paulo Pisco, estiveram presentes no concerto de comemoração dos 20 anos da Gaivota. Segundo os mesmos, tratou-se de um grande momento. Os deputados destacaram ainda o excelente trabalho que a fundadora Maria José Henriques tem feito para a divulgação da cultura portuguesa em França e, em especial, o fado.

 Também marcou presença o Cônsul-Geral de Portugal em Paris, Carlos Oliveira, que destacou a associação pelo bom exemplo de colectividade. Um dos momentos altos da noite foi a actuação da fadista Fábia Rebordão, que levou um pouco do fado de Alfama, em Lisboa, até o Teatro de Bry.

 Maria José Henriques não deixou de agradecer o apoio da Mairie de Bry-sur-Marne e do supermercado Primland.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia