Braga Groupe celebrou a conclusão de obra em Drancy
08 Aug, 2022 Última Actualização 11:55 AM, 8 Aug, 2022

Braga Groupe celebrou a conclusão de obra em Drancy

 

Como já tem sido habitual, a empresa Braga Groupe, do empresário Miguel Pires, assinala e celebra a conclusão dos seus projetos. Desta feita, trata-se de dois blocos com 78 apartamentos, na cidade de Drancy. Já não é novidade, é sim uma tradição.

O Braga Groupe é uma empresa portuguesa a laborar em solo francês e cada vez que finaliza uma obra realiza um almoço de convívio para tudo e para todos. A iniciativa pretende promover a união entre todos aqueles que contribuiriam para o projeto. Normalmente, esta iniciativa ocorre no fim dos trabalhos em betão de uma obra, mas, desta vez, a celebração ocorreu com o projeto finalizado a 100%.

O empresário Miguel Pires é o responsável pela empresa e também o organizador deste evento. Ano após ano, ou melhor, obra após obra, junta empregados, amigos e clientes na já habitual celebração. Desta feita, trata-se de dois blocos com 78 apartamentos, na cidade de Drancy. Miguel Pires explicou à Lusopress a importância para a Braga Constrói de assinalar o momento da conclusão da obra e está já com o pensamento nos próximos projetos.

Esta obra teve a duração de dois anos, e encontra-se 100% finalizada. Agora, o objetivo é “continuar a trabalhar pesado. O futuro é que vai dizer o que vai ser. Estou a tentar encaminhar bem os meus filhos, que também já trabalham comigo”.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com a exposição temporária "Antestreia"

 

O Museu Carmen Miranda, no Marco de Canaveses, reabriu com uma exposição temporária intitulada “Antestreia”, dedicada à artista e com a curadoria de António Ponte. O Museu Carmen Miranda encontrava-se encerrado para obras de requalificação e ampliação.

Ler notícia

Quinta de Santoinho celebrou os 50 anos de existência com grande festa para o público

 

Festa e arraial minhoto: é assim há 50 anos. A Quinta do Santoinho está de portas abertas desde 1972. O Santoinho nasceu pelas mãos de António Cunha, empreendedor no setor do turismo e transportes, ao sentir a necessidade de englobar num só espaço as vivências e a cultura do Minho.

Ler notícia

Arte para todos os gostos: as opções da Feira Nacional de Artesanato, em Vila do Conde

 

Os jardins da Avenida Júlio Graça, em Vila do Conde, voltaram a encher-se de artesanato. É aqui que decorre a 44ª edição da Feira Nacional de Artesanato. Das rendas de bilros, a feira foi abrindo portas a outros artesãos. Hoje, são cerca de 200 expositores, com artesãos de todo o país, que mostram o que de melhor fazem, com diferentes matérias-primas.

Ler notícia