Provedora Ilda Nunes da Santa Casa de Paris: "pobreza não tem cor, nem religião, nem nacionalidade"
10 Dec, 2022 Última Actualização 2:00 PM, 9 Dec, 2022

Provedora Ilda Nunes da Santa Casa de Paris: "pobreza não tem cor, nem religião, nem nacionalidade"

 

"A pobreza não tem nem cor, nem religião, nem nacionalidade". Foi este o mote dado pela Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Paris, Ilda Nunes. O objetivo foi esclarecer que "a Misericórdia não fecha a porta a ninguém".

Fundada em 1994, a Misericórdia de Paris foi criada com os mesmos objetivos das Misericórdias em Portugal: socorrer aqueles que vivem em sofrimento e têm algum tipo de necessidade. O Cônsul da época, José Tadeu Soares, deu o mote e comunidade mobilizou-se, criando assim a Santa Casa da Misericórdia de Paris. Sem património imobiliário, a Santa Casa da Misericórdia de Paris depende, e muito, de todas as ajudas externas que possam chegar.
 
Um dos seus principais desígnios é a ajuda alimentar. Sem locais próprios, a Misericórdia de Paris recorre a associações parceiras para toda a logística. E quando se fala nos serviços e ajudas prestadas pela Santa Casa, a lista ultrapassa, e muito, o apoio alimentar. E, nesta altura, os pedidos de ajuda têm crescido exponencialmente. Tudo isto acontece graças ao trabalho de uma equipa de benévolos.
 
A 19 de novembro será retomado o habitual jantar de gala de solidário. O jantar faz parte de um fim-de-semana de atividades promovidas pela Santa Casa. Ilda Nunes é provedora da Santa Casa da Misericórdia de Paris desde 2020, e desde então tem encabeçado uma equipa com objetivos bem delineados. E, a todos, deixou uma mensagem de apelo. A conversa não terminou sem antes se referir o papel dos jovens na Santa Casa da Misericórdia de Paris.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

Embaixador de Portugal em França: "o sucesso dos portugueses será sempre o sucesso de Portugal"

 

Foi a 30 de novembro que o Embaixador José Augusto Duarte apresentou cópia das cartas credenciais ao Chefe de Protocolo, iniciando assim funções como Embaixador de Portugal em Paris. A breve cerimónia teve lugar na Embaixada de Portugal, onde o Embaixador pôde passar em revista os objetivos estratégicos da sua missão em França, bem como discutir vários temas da atualidade, bilateral e internacional.

Ler notícia

Nathalie Afonso recebeu prémio da academia francesa de artes, ciências e letras

 

Nathalie Afonso foi distinguida pela academia francesa de artes, ciências e letras, recebendo a medalha de Vermeil, num evento que teve lugar no hotel Intercontinental no centro de Paris. A cerimónia de distinção foi promovida pela academia francesa, que foi fundada em 1915 e anualmente laureia personalidades de todas as nacionalidades que se tenham destacado nos campos artístico, literário e científico.

Ler notícia

Cap Magellan realizou a sua tradicional noite de gala para entrega de prémios

 

Em ano da Temporada Cruzada França Portugal, rico em milhares de eventos, a Cap Magellan manteve a sua tradicional Noite de Gala, em versão adaptada. Foi já a 12ª edição de uma noite que acolhe a tradicional cerimónia de entrega de prémios.

Ler notícia