À conversa com João Pinharanda, ex-conselheiro cultural da Embaixada de Portugal em França
02 Oct, 2022 Última Actualização 1:01 PM, 30 Sep, 2022

À conversa com João Pinharanda, ex-conselheiro cultural da Embaixada de Portugal em França

 

João Pinharanda nasceu em Moçambique, mas foi em Portugal que se formou em História e, enveredou pela História da Arte. Trabalhou como jornalista e especialista em arte em algumas publicações nacionais e foi peça crucial na fundação do Museu de Arte Contemporânea de Elvas.

Trabalhou ainda na EDP, sendo consultor artístico e responsável pela programação de exposições da Fundação EDP, desde 2000, onde organizou mais de uma centena de exposições e catálogos; organizador dos Prémios de Arte da Fundação EDP (Prémio EDP – Novos Artistas e Grande Prémio EDP); responsável pela Colecção de Arte da Fundação EDP; comissário e coordenador do Programa da Fundation EDP «Arte e Arquitectura em Barragens»; comissário e coordenador do Programa de Arte Pública do Parque de Escultura Contemporânea do Parque Almourol (Vila Nova da Barquinha); projecto de intervenção na paisagem na zona da Barragem do Alqueva (Aldeia da Luz/Museu da Luz); é comissário de numerosas exposições individuais e colectivas em museus nacionais e internationais (Espanha, França, Rússia, México, Brasil).

Em 2015, muda-se para Paris, para abraçar o cargo de Conselheiro Cultural da Embaixada de Portugal em França, função que acumula com a direção do Instituto Camões. Em junho passado, e depois de seis meses na capital francesa, João Pinharanda cessou funções e regressou de novo a Portugal, integrando a Fundação EDP. Numa conversa com a Lusopress, João Pinharanda falou sobre o seu percurso em França.

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Veja também...

"Saudade, aqui e ali", a peça de teatro sobre a história de três gerações de portugueses em França

 

A peça de teatro “Saudade, ici et là-bas”, que é como quem diz “Saudade, aqui e ali”, chegou a Paris para mostrar a história de três gerações de portugueses em França. É escrita pela atriz franco-portuguesa Isabel Ribeiro, que conta com uma carreira de mais de 20 anos no mundo do teatro, dança e música. Nasceu em França, mas as suas raízes são portuguesas e, por isso, cresceu com esta dupla cultura.

Ler notícia

Hipódromo de Vincennes voltou a celebrar um dia dedicado a Portugal

 

O Hipódromo de Vincennes abriu portas a um excepcional dia dedicado a Portugal. Corridas de alto nível, animações, música e gastronomia ... não faltaram pontos de interesse no recinto. Esta é já a 10ª edição de um dia importante para a comunidade portuguesa da região parisiense.

Ler notícia

Crosne e Vila de Rei são agora cidades geminadas

 

Depois de, em julho deste ano, Crosne e Vila de Rei terem assinado uma carta de intenção para o protocolo de geminação, agora foi o momento de efetivar as intenções. Crosne e Vila de Rei passaram a ser cidades geminadas.

Ler notícia