28 Oct, 2020 Última Actualização 12:15 PM, 27 Oct, 2020

“Estudar e Investigar em Portugal 2020”: 3599 vagas disponíveis

O concurso nacional de acesso ao ensino superior destina 7% das vagas aos emigrantes portugueses e familiares que com eles residam. As candidaturas para o ano letivo de 2020/2021 no âmbito deste contingente especial devem ser apresentadas na primeira fase do concurso nacional, entre 7 e 23 de agosto. 

Existem 3599 vagas exclusivamente para estes candidatos em todo o sistema de ensino superior público português, que abrange 107 instituições e mais de 5000 cursos, em todas as universidades e institutos politécnicos.

A divulgação das oportunidades oferecidas pelo ensino superior português junto das comunidades portuguesas e lusodescendentes, no âmbito do Programa “Estudar e Investigar em Portugal”, é uma iniciativa do Governo, com o envolvimento da Direção-Geral do Ensino Superior, do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, e das instituições Portuguesas de Ensino superior. Nos últimos dois anos registou-se um aumento de 52% do número de emigrantes e lusodescendentes colocados pelo concurso nacional de acesso.

Além do contingente dedicado de acesso, os candidatos emigrantes e seus familiares podem também aceder ao ensino superior português com o ensino secundário concluído no país de acolhimento através da via profissionalizante; optar por um curso técnico superior profissional num instituto politécnico português, com possibilidade de posterior ingresso em licenciatura ou mestrado integrado; frequentar os mais de 1800 cursos de mestrado e 600 de doutoramento da rede de ensino superior público português; trabalhar em investigação nos 350 centros e laboratórios existentes em Portugal, em todos os domínios do conhecimento; e ainda, se já frequentam um curso superior no país de acolhimento, fazer um período de estudo em Portugal ao abrigo do programa de mobilidade Erasmus +.

Eventuais dúvidas, designadamente acerca do reconhecimento de diplomas obtidos no estrangeiro e demais condições de candidatura, devem ser remetidas para o seguinte endereço: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Mais informações acerca deste contingente especial e do programa “Estudar e Investigar em Portugal” podem ser consultadas através das seguintes hiperligações: https://www.dges.gov.pt/pt/pagina/contingente-especialpara-candidatos-emigrantes-portugueses-e-familiares-que-com-eles-residam e https://study-research.pt/

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Outras Notícias

Abertura do Centro de Atendimento Consular para a Bélgica

Centro de Atendimento Consular (CAC) português para a Bélgica entrou hoje em funcionamento, com o propósito de desmaterializar e simplificar os atos consulares, anunciou hoje o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Ler notícia

Mónica Vieira-Auer vence 2.ª edição do Prémio IN/Ferreira de Castro

Mónica Vieira-Auer, a residir em Lauf an der Pegnitz, na Alemanha, é a vencedora da 2.ª edição do Prémio Imprensa Nacional/Ferreira de Castro, atribuído pela Imprensa Nacional Casa da Moeda em parceria com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, no âmbito da ação cultural junto das comunidades portuguesas.

Ler notícia

Portugal e Luxemburgo trabalham para travar exploração de trabalhadores

O Governo do Luxemburgo “não vai tolerar” casos de exploração de portugueses no país e está a trabalhar com o Governo de Portugal para que não se repitam, afirmou hoje em Lisboa o ministro dos Negócios Estrangeiros luxemburguês.

Ler notícia

Festa da Castanha de Sernancelhe em edição digital

Festa da Castanha de Sernancelhe em edição especial. Este ano será em formato digital mas vai manter o sentido cultural, o dinamismo económico e a aposta na marca Terra da Castanha.

Ler notícia

Lusodescendentes querem que Portugal pare de dizer "diáspora"

Historiadores, linguistas, políticos e jornalistas juntam-se, na terça-feira, em Lisboa, para discutir o termo "diáspora", numa iniciativa da Associação Internacional dos Lusodescendentes (AILD), que quer banir o seu uso quando associado às comunidades portuguesas.

Ler notícia