Consulado de Londres reabriu com medidas de segurança, mas portugueses têm receio
28 Oct, 2021 Última Actualização 6:00 AM, 27 Oct, 2021

Consulado de Londres reabriu com medidas de segurança, mas portugueses têm receio

O Consulado-Geral de Portugal em Londres adoptou medidas para respeitar o distanciamento social e alargou o horário de atendimento, mas muitos portugueses estão a cancelar ou a faltar às marcações por receio de contágio com covid-19.

 

Após dois meses com o atendimento apenas reservado a casos de emergência devido ao confinamento decretado pelo Governo britânico, o consulado reabriu há duas semanas para entregar documentos de identificação. Esta segunda-feira foi retomado o atendimento presencial, mas apenas por marcação prévia e com condições: os utentes têm de usar máscara no interior do consulado e respeitar o distanciamento social, notório na sala de espera, quase vazia e com apenas algumas cadeiras disponíveis.

Nas diferentes salas existem dispensadores de gel desinfectante e os postos de atendimento tem painéis de acrílico protetores para separar utentes e funcionários. Apesar disso, alguns portugueses ainda têm receio de se deslocar ao consulado. “Nestes primeiros dias tivemos uma percentagem significativa de quebras, de pessoas que aceitam a marcação mas que não vêm. Algumas das quais cancelam e compreendemos porquê. A razão principal é o receio. Têm ainda receio de sair, têm receio de vir ao consulado”, disse a cônsul-geral, Cristina Pucarinho, à agência Lusa. Porém, a diplomata garantiu que "foram criadas condições de segurança para que os utentes possam vir ao consulado com confiança de que não sofrem aqui ou que não são aqui expostos a riscos". 

Para manter um "acesso disciplinado e controlado”, as marcações passaram a ser distribuídas agora ao longo de 11 horas de funcionamento sem encerramento para hora de almoço. “Temos marcações mais compassadas e a equipa subdividida também em dois, porque temos de assegurar o distanciamento social entre os próprios trabalhadores e o espaço é exíguo. Temos o posto aberto mais horas, entre as 08:00 e as 19:00, e trabalhamos ininterruptamente com toda a equipa mobilizada para todos os atos consulares”, assegurou Pucarinho.

O objetivo é manter uma capacidade aproximada aos níveis anteriores de entre 600 a 900 pessoas por dia, a maioria das quais procuram a emissão de documentos de identificação como o cartão do cidadão e passaporte. No exterior, vários utentes disseram à Lusa que conseguiram as marcações para atendimento apenas na semana passada, quando antes do encerramento devido à pandemia covid-19 era possível ter de esperar semanas ou meses por uma vaga. “Marquei na sexta-feira e recebi um email de confirmação no domingo. Apesar de ser apenas dois dias de antecedência, decidi vir”, contou Carlos Azevedo, que viajou de Dorking, cerca de 70 quilómetros a sul de Londres. 

A reabertura do consulado em Londres coincidiu com a do Consulado-Geral de Manchester, que também anunciou a retoma "de forma gradual e progressiva” do atendimento presencial, suspenso desde meados de março, quando foi imposto o confinamento no Reino Unido para travar a pandemia de covid-19. No entanto, as deslocações de funcionários a localidades onde se concentra uma numerosa comunidade portuguesa, conhecidas por permanências consulares, continuam suspensas devido às restrições em vigor.

O Reino Unido está a reduzir gradualmente o confinamento decretado no final de março, tendo reaberto alguns infantários e escolas primárias, lojas de automóveis e mercados ao ar livre. Lojas de roupas, livrarias e outros comércios não essenciais estão previstos reabrir em meados de junho.

FONTE: LUSA

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Outras Notícias

OE2022: Eleições para Conselho das Comunidades vão ter projeto-piloto de voto eletrónico

O Governo prevê realizar um projeto-piloto de voto eletrónico à distância nas eleições para o Conselho das Comunidades Portuguesas, que se realizam em março de 2022, segundo a proposta do Orçamento do Estado (OE2022).

Ler notícia

Expositores portugueses na feira internacional das industrias do ambiente em Lyon: POLLUTEC.

A feira bienal internacional POLLUTEC que terá lugar de 12 a 15 de Outubro no Parc des Expositions Lyon Eurexpo, é uma das maiores exposições mundiais do sector do ambiente (equipamentos, tecnologias e serviços ambientais), que reúne um universo de importantes empresas fabricantes de equipamentos e processos industriais assim como empresas de serviços industriais.

Ler notícia

Sobe número de eleitos regionais e departamentais de origem portuguesa em França

Após as eleições regionais e departamentais em França, a comunidade portuguesa está representada com cerca de 20 eleitos nos conselhos departamentais e mais de 10 nos conselhos regionais, uma subida em relação a 2015, segundo fonte oficial.

Ler notícia

Governo eleva classificação dos vice-consulados de Portugal em Toulose e em Vigo

O vice-consulado de Portugal em Toulouse será elevado a consulado e o vice-consulado de Portugal em Vigo passará a consulado-geral, no âmbito da reorganização da rede externa prevista no novo Regulamento Consular, anunciou hoje o Governo.

Ler notícia

Organização portuguesa no Canadá distribui 45 bolsas de estudo no valor de 47,5 mil euros

Uma organização portuguesa no Canadá distribuiu na semana passada 45 bolsas de estudo a alunos lusodescendentes do ensino pós-secundário no valor de aproximadamente 70 mil dólares canadianos (47,5 mil euros).

Ler notícia