Investidores da Diáspora candidatam-se a apoios ao emprego de mais de 17 ME
12 May, 2021 Última Actualização 8:50 AM, 11 May, 2021

Investidores da Diáspora candidatam-se a apoios ao emprego de mais de 17 ME

O Governo anunciou hoje que os investidores da Diáspora apresentaram 142 candidaturas ao programa +CO3SO Emprego, a medida de empregabilidade lançada em julho, num montante global de 17 milhões de euros para a criação 363 postos de trabalho.

De acordo com uma nota do gabinete da ministra da Coesão Territorial, o maior número de candidaturas ocorreu no Norte (56), com uma solicitação de mais de seis milhões de euros em apoios para criar o maior número de postos de trabalho (140). Contudo, foi na região Centro que se solicitou o maior montante de apoio (mais de 6,5 milhões de euros) para criar 123 postos de trabalho, através de 50 candidaturas.

De entre as três modalidades disponíveis (Interior, Urbano e Empreendedorismo Social), o Emprego Interior foi a mais procurada pelos Investidores da Diáspora, somando 88 candidaturas (62%), destinadas a criar 198 postos de trabalho (54,5%) e pedindo apoios na ordem dos 10 milhões de euros (59%). “Os Investidores da Diáspora são essenciais para a economia nacional. Não só porque são emigrantes portugueses que investem em Portugal, mantendo viva a ligação ao seu país de origem, como se constituem nas suas novas comunidades como verdadeiros embaixadores de bens e serviços nacionais no exterior”, refere a nota.

A medida +CO3SO Emprego apoia a 100% os custos diretos com os novos postos de trabalho criados (salários e contribuições para a Segurança Social a cargo do empregador), bem como o pagamento de um adicional de 40% sobre esses mesmos custos. Este apoio mensal pode ir até 2.200 euros por mês por cada trabalhador contratado sem termo, por um período máximo de 36 meses.

No global, a medida registou 5.045 candidaturas e ultrapassou os 550 milhões de euros em fundos solicitados. “Depois do período de análise destas candidaturas, e dada a elevada procura destes apoios, poderá justificar-se um reforço das verbas prevista para a medida que é, simultaneamente, de apoio à empregabilidade e à liquidez das empresas”, admite a tutela.

FONTE: LUSA

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Outras Notícias

Cartão de Cidadão entregue por via postal em França e na Suíça

A partir de ontem, os cidadãos nacionais residentes em França e na Suíça poderão receber o Cartão de Cidadão (CC) no domicílio. O documento será enviado por via postal por todos os postos e secções consulares portugueses naqueles países, onde residem duas das mais significativas comunidades portuguesas.

Ler notícia

Secretária de Estado das Comunidades destaca aposta no ensino do português no estrangeiro

A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, destacou hoje a aposta no ensino do português no estrangeiro, iniciativa que este ano está presente em 18 países, envolvendo 978 professores.

Ler notícia

Dia Mundial da Língua Portuguesa assinala-se hoje em 44 países

As comemorações do Dia Mundial da Língua Portuguesa, que se assinala hoje, decorrem em 44 países, com mais de 150 atividades, em formato misto, presencial e virtual, devido à pandemia de covid-19.

Ler notícia

Um quarto dos boletins dos emigrantes nas legislativas devolvido por morada errada

Mais de um quarto dos boletins de voto enviados por correio para os emigrantes portugueses votarem nas legislativas de 2019 foram devolvidos por terem a morada errada, revelou hoje um dirigente do movimento “Também somos portugueses”.

Ler notícia

Inscrição consular única já está disponível em toda a rede consular

O novo Sistema Integrado de Gestão Consular (e-SGC), que introduz a ficha única de inscrição consular por cidadão ou utilizador, independentemente do local da sua abertura ou utilização, encontra-se já em funcionamento em toda a rede consular portuguesa. 

Ler notícia