Portugal e Luxemburgo trabalham para travar exploração de trabalhadores
24 Oct, 2021 Última Actualização 6:00 AM, 24 Oct, 2021

Portugal e Luxemburgo trabalham para travar exploração de trabalhadores

O Governo do Luxemburgo “não vai tolerar” casos de exploração de portugueses no país e está a trabalhar com o Governo de Portugal para que não se repitam, afirmou hoje em Lisboa o ministro dos Negócios Estrangeiros luxemburguês.

“O Governo do Luxemburgo não vai tolerar este tipo de coisas e trabalha com Portugal para que não sejam possíveis no futuro”, disse Jean Asselborn à imprensa em Lisboa.

O ministro luxemburguês respondia a uma pergunta sobre casos de trabalhadores portugueses explorados por empresas portuguesas a operar no Luxemburgo, o mais recente dos quais foi conhecido em setembro e envolve, segundo o Diário de Notícias, a empresa de construção civil HP Construction.

Jean Asselborn, que foi hoje recebido pelo ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, frisou que os responsáveis por este crimes “são criminosos” e que a inspeção do trabalho luxemburguesa foi acionada, cabendo agora à justiça o seguimento a dar ao processo.

Augusto Santos Silva frisou também que “evidentemente a exploração à margem da lei de trabalhadores por empresas é um crime” e assegurou que as autoridades portuguesas seguem “com todo o interesse o processo em curso para averiguar os factos e punir os responsáveis”.

Ambos os ministros tinham já antes realçado o papel da comunidade portuguesa no Luxemburgo, que o ministro luxemburguês disse corresponder a um sexto dos 600 mil habitantes do país, portanto, cerca de 100 mil pessoas.

“O Luxemburgo não seria o que é sem o contributo da comunidade portuguesa”, assim como de outros imigrantes, que no conjunto representam 48% da população do país, disse Jean Asselborn.

FONTE: LUSA

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Outras Notícias

OE2022: Eleições para Conselho das Comunidades vão ter projeto-piloto de voto eletrónico

O Governo prevê realizar um projeto-piloto de voto eletrónico à distância nas eleições para o Conselho das Comunidades Portuguesas, que se realizam em março de 2022, segundo a proposta do Orçamento do Estado (OE2022).

Ler notícia

Expositores portugueses na feira internacional das industrias do ambiente em Lyon: POLLUTEC.

A feira bienal internacional POLLUTEC que terá lugar de 12 a 15 de Outubro no Parc des Expositions Lyon Eurexpo, é uma das maiores exposições mundiais do sector do ambiente (equipamentos, tecnologias e serviços ambientais), que reúne um universo de importantes empresas fabricantes de equipamentos e processos industriais assim como empresas de serviços industriais.

Ler notícia

Sobe número de eleitos regionais e departamentais de origem portuguesa em França

Após as eleições regionais e departamentais em França, a comunidade portuguesa está representada com cerca de 20 eleitos nos conselhos departamentais e mais de 10 nos conselhos regionais, uma subida em relação a 2015, segundo fonte oficial.

Ler notícia

Governo eleva classificação dos vice-consulados de Portugal em Toulose e em Vigo

O vice-consulado de Portugal em Toulouse será elevado a consulado e o vice-consulado de Portugal em Vigo passará a consulado-geral, no âmbito da reorganização da rede externa prevista no novo Regulamento Consular, anunciou hoje o Governo.

Ler notícia

Organização portuguesa no Canadá distribui 45 bolsas de estudo no valor de 47,5 mil euros

Uma organização portuguesa no Canadá distribuiu na semana passada 45 bolsas de estudo a alunos lusodescendentes do ensino pós-secundário no valor de aproximadamente 70 mil dólares canadianos (47,5 mil euros).

Ler notícia