Portugal e Luxemburgo trabalham para travar exploração de trabalhadores
12 May, 2021 Última Actualização 8:50 AM, 11 May, 2021

Portugal e Luxemburgo trabalham para travar exploração de trabalhadores

O Governo do Luxemburgo “não vai tolerar” casos de exploração de portugueses no país e está a trabalhar com o Governo de Portugal para que não se repitam, afirmou hoje em Lisboa o ministro dos Negócios Estrangeiros luxemburguês.

“O Governo do Luxemburgo não vai tolerar este tipo de coisas e trabalha com Portugal para que não sejam possíveis no futuro”, disse Jean Asselborn à imprensa em Lisboa.

O ministro luxemburguês respondia a uma pergunta sobre casos de trabalhadores portugueses explorados por empresas portuguesas a operar no Luxemburgo, o mais recente dos quais foi conhecido em setembro e envolve, segundo o Diário de Notícias, a empresa de construção civil HP Construction.

Jean Asselborn, que foi hoje recebido pelo ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, frisou que os responsáveis por este crimes “são criminosos” e que a inspeção do trabalho luxemburguesa foi acionada, cabendo agora à justiça o seguimento a dar ao processo.

Augusto Santos Silva frisou também que “evidentemente a exploração à margem da lei de trabalhadores por empresas é um crime” e assegurou que as autoridades portuguesas seguem “com todo o interesse o processo em curso para averiguar os factos e punir os responsáveis”.

Ambos os ministros tinham já antes realçado o papel da comunidade portuguesa no Luxemburgo, que o ministro luxemburguês disse corresponder a um sexto dos 600 mil habitantes do país, portanto, cerca de 100 mil pessoas.

“O Luxemburgo não seria o que é sem o contributo da comunidade portuguesa”, assim como de outros imigrantes, que no conjunto representam 48% da população do país, disse Jean Asselborn.

FONTE: LUSA

Newsletter

Subscreva a Newsletter para receber conteúdos semanais sobre Portugal e toda a comunidade Portuguesa!

 

Outras Notícias

Cartão de Cidadão entregue por via postal em França e na Suíça

A partir de ontem, os cidadãos nacionais residentes em França e na Suíça poderão receber o Cartão de Cidadão (CC) no domicílio. O documento será enviado por via postal por todos os postos e secções consulares portugueses naqueles países, onde residem duas das mais significativas comunidades portuguesas.

Ler notícia

Secretária de Estado das Comunidades destaca aposta no ensino do português no estrangeiro

A secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, destacou hoje a aposta no ensino do português no estrangeiro, iniciativa que este ano está presente em 18 países, envolvendo 978 professores.

Ler notícia

Dia Mundial da Língua Portuguesa assinala-se hoje em 44 países

As comemorações do Dia Mundial da Língua Portuguesa, que se assinala hoje, decorrem em 44 países, com mais de 150 atividades, em formato misto, presencial e virtual, devido à pandemia de covid-19.

Ler notícia

Um quarto dos boletins dos emigrantes nas legislativas devolvido por morada errada

Mais de um quarto dos boletins de voto enviados por correio para os emigrantes portugueses votarem nas legislativas de 2019 foram devolvidos por terem a morada errada, revelou hoje um dirigente do movimento “Também somos portugueses”.

Ler notícia

Inscrição consular única já está disponível em toda a rede consular

O novo Sistema Integrado de Gestão Consular (e-SGC), que introduz a ficha única de inscrição consular por cidadão ou utilizador, independentemente do local da sua abertura ou utilização, encontra-se já em funcionamento em toda a rede consular portuguesa. 

Ler notícia