26 Jun, 2019 Última Actualização 7:00 AM, 25 Jun, 2019

Governo português lança jornadas “Estudar e Investigar em Portugal 2019” para emigrantes e lusodescendentes

 
 
O Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal esteve em Paris para participar e divulgar a iniciativa de promoção do Ensino Superior português. O público-alvo da iniciativa são as comunidades portuguesas e lusodescendentes que queiram estudar em Portugal.O encontro decorreu no Consulado Geral de Portugal em Paris e contou com a presença do Embaixador Jorge Torres Pereira e do Cônsul António Moniz. Fizeram ainda parte da comitiva o presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, António Fontainhas Fernandes e o presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, Pedro Dominguinhos.
 
Durante a conferência, o Secretário de Estado explicou o sistema de quotas para os portugueses que moram fora de Portugal e a forma como este sistema pode ser utilizado. João Sobrinho Teixeira ressalvou ainda que o canal de comunicação tem falhado na informação e divulgação dos 7% de lugares disponíveis em qualquer curso para a comunidade portuguesa. O presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas salientou que Portugal é um dos países mais seguros do mundo e dos mais baratos para estudar.Já Pedro Dominguinhos reforçou a vontade de querer ter mais estudantes lusodescendentes nas suas instituições, apostando forte na internacionalização. O lusodescendente Erwan Chadli-Gomes estudante de Mestrado em Bruxelas e licenciado em Relações Internacionais pela Universidade do Porto, foi um dos alunos que escolheu Portugal para estudar e partilhou a sua experiência.