20 May, 2019 Última Actualização 11:33 AM, 10 May, 2019

Associação Portuguesa apoia Théléton

 

Este ano os voluntários da organização tricotaram em peças de 10cm todo o comprimento da Avenida dos Portugueses em Paris, completando um total de 110 metros. Durante a noite várias voluntárias tricotaram na redacção da rádio e deram o seu contributo para esta acção de recolha de fundos.

No final venderam a Avenida de Portugal, uma da ruas da capital francesa, por um valor simbólico. Suzette Fernandes é vice-presidente da associação E3M e uma das parceiras desta iniciativa do Théléton.

Em entrevista à Lusopress explicou como surgiu a ideia de vender a Avenida dos Portugueses e de como este fundos podem ajudar pessoas que sofrem com doenças raras no seu tratamento e também investigação..

O Sabor do Saber Alentejano

 

O Sabor do Saber Alentejano tem sido o porta-estandarte de uma casa que ocupa um lugar de destaque a nível nacional e internacional.

Sediada em Estremoz, no distrito de Évora, a empresa proporciona aos seus clientes o verdadeiro sabor dos produtos alentejanos.

Da simpática cidade estremocense para o mundo, a SEL potencia a identidade de uma região e coloca o nome de Portugal como uma referência além-fronteiras.

Grupo Luso-Francês DSA festejou 30 anos de existência

 

A DSA foi criada em 1987 e é dirigida pelo empresário português Arlindo dos Santos. Actualmente o grupo é considerado um líder em França no mercado do revestimento e renovação de fachadas, dando trabalho diariamente a 650 pessoas. No passado dia 21 de abril a empresa assinalou 30 anos de existência, inaugurando as novas instalações em Massy. O Presidente do grupo cresceu no norte de Portugal, no Concelho de Vale de Cambra, mas tal como muitos portugueses, veio para França ainda jovem. Em abril de 1987 decidiu fundar uma empresa, aventurou-se por conta própria e fundou a DSA. Em 30 anos a empresa de construção cresceu muito, mas Arlindo dos Santos não mudou praticamente. Continua a ser o mesmo homem “humilde”, “honesto”, que deixou o país para procurar melhores condições de vida. No dia em que assinalou o aniversário da sua empresa, vários amigos fizeram questão de sublinhar o seu “trabalho” e “personalidade” e a Lusopress acompanhou a festa.

António Pí­faro trabalhou e contribui para o crescimento da empresa DSA criada por um português

 

António Pifero foi até ao Grupo luso-francês DSA, sediado em Massy, para entregar alguns papéis, mas foi surpreendido com uma recepção preparada pelos colaboradores da empresa. Durante 20 anos, o funcionário trabalhou e contribui para o crescimento da firma criada por um português em França e, na hora da despedida, o seu empenho foi homenageado. O momento emotivo foi partilhado com o Presidente da DSA, Arlindo dos Santos, que em entrevista à Lusopress sublinhou a importância deste colaborador.

Grupo Luso-Francês DSA entregou medalhas de honra a quarto funcionários

 

Arlindo dos Santos cresceu no norte de Portugal, no Concelho de Vale de Cambra, mas tal como muitos portugueses viajou até França ainda jovem. Em abril de 1987 decidiu fundar uma empresa, aventurou-se por conta própria e durante o seu percurso recrutou vários portugueses. No início começou apenas com três empregados determinados e com vontade de avançar. Com o tempo o negócio evoluiu e actualmente o empresário é Presidente do Grupo DSA. Com mais de 600 funcionários e uma estrutura que poucos atingem, este grupo reúne um portefólio composto por 10 empresas que cobrem todo o território francês. No passado dia 31 de março, a companhia entregou medalhas de honra a quatro funcionários da empresa pelo trabalho realizado ao longo dos anos. Dos quatro funcionários homenageados, três eram de Portugal. Conheça as suas histórias.