23 Feb, 2019 Última Actualização 6:32 PM, 22 Feb, 2019

Nomeado Portugueses de Valor 2019: Raul Castro

 

Raul Castro nasceu em 1948 no concelho de Abrantes, mas hoje é através de Leiria que Portugal o conhece. Da infância recorda a liberdade e a segurança que existia no seu tempo, muito diferente da infância dos seus netos, actualmente. Fez carreia na Autoridade Tributária, onde chegou a sub-director geral, um cargo equiparado por ter sido director de Finanças de Lisboa. Raul Castro teve ainda alguma experiência autárquica enquanto presidente da Câmara Municipal da Batalha antes de ingressar no Município de Leiria. Primeiro, como vereador por dois mandatos e depois como presidente da autarquia, cargo que desempenha há nove anos.
 
Para Raul Castro, sonhar é das melhores coisas da vida. “É simples, acontece e não se paga imposto. Tambám serve para os grandes desafios que nós fazemos. Até nas funções em que estou, sonhamos com coisas e nasce um desafio para tentar concretizá-lo. Sonhar é das coisas mais importantes que o homem tem para poder concretizar as suas expectativas e ajudar muitos outros a beneficiar delas”. Tem na justiça, solidariedade e na identidade os principais valores que têm guiado o seu percurso de vida. Desde os 14 anos que participa em movimentos associativos tendo sido, inclusive, escuteiro. Actualmente, beneficia de toda essa experiência para, em termos institucionais, poder ajudar associações que lutam por angariar fundos, e por realizar determinadas iniciativas, determinados projectos. “Por outro lado, como cidadão, colaboro sempre que posso nessas mesmas iniciativas”.
 
Raul Castro não tem dúvida que para si, ser português, significa ser bom. “Este ser bom é no sentido abstracto do que nós apresentamos em todo o mundo. Tivemos os Descobrimentos, hoje há um português em qualquer parte deste mundo, sinal que valeu a pena ter esta disponibilidade para assumirmos que somos portugueses, porque somos mesmo bons naquilo que fazemos, somos bons naquilo que é a forma que temos de nos ligar com outros povos e bons para preservar a imagem do nosso território, que é a distinção que tem de se fazer para dizer que Portugal é um país de boa gente e acolhedor, solidário. Sendo português, para mim, é ser bom”. O orgulho em ser português e o sentido de patriotismo, Raul Castro revela-o nas funções que tem desempenhado e lembra ainda o facto de ter cumprido o serviço militar obrigatório, em defesa da pátria.

Nomeado Portugueses de Valor 2019: Joseph Brito

 

Corria o ano 1949 quando Joseph Brito Junior nasceu, em Massachusetts. Apesar de ter nascido em território americano, corre-lhe nas veias também sangue português. Recorda com saudade as memórias da infância de estar com o avô e com a sua família de Portugal. “Nós vivíamos em Bristol, íamos à Igreja todos os domingos, e nesses dias tínhamos um almoço de famílias que ia rodando de casa em casa. Ainda hoje nos reencontramos regularmente e é sempre muito acolhedor”. Joseph Brito Junior fez percurso académico típico americano. Por sugestão da sua mãe, entrou na Valley Forge Military Academy para trabalhar na cozinha, trabalhando todos os dias a partir das 4h30 da manhã. Cansado desta tarefa, tornou-se ginasta na mesma academia, entrando uns tempos depois no Junior Olympics Pennsylvania, o que o ajudou a entrar na Universidade.
 
A C. Brito Construction é a empresa da família, no sector da construção, e desde muito novo que começou a trabalhar nela. A família sempre lhe transmitiu o mais importante da vida. “ Quando era muito novo, percebi a importância de estar envolvido na comunidade. Percebi que dar é tão importante como receber. O meu avô e o meu tio-avô tinham imensa influência em mim. Os meus sonhos na altura eram pegar em algo, trabalhar e torná-lo maior e melhor, como qualquer geração. Os meus sonhos na altura eram garantir que aquilo que eu tinha, podia ser partilhado com quem não tinha”. Já adulto, tomou as rédeas da empresa familiar e fez-la crescer, chegando a um patamar de excelência. Hoje, a C. Brito Construction é o maior empregador privado de Rhode Island e usam os lucros do negócio para variadas causas de solidariedade.
 
Joseph Brito Junior é muito orgulhoso das suas raízes portuguesas e encara isso como um guia para a sua vida. “Sou muito sério em relação a esse assunto, e promovo Portugal sempre que posso, em diferentes maneiras”. Até uma recente passagem por Portugal o fez ter a certeza de que o povo português é diferente. “Quando estive em Lisboa com o meu filho, estivemos lá perto de 12 dias, e conheci um jovem que tinha acabado de comprar um carro, e estava ainda a pagá-lo, por isso contratámo-lo para nos levar a diferentes sítios em Portugal. Fomos a Fátima, fomos a todo o lado com ele. Ser português é diferente de qualquer nacionalidade, eu acho que temos um sentido de propósito, daquilo que fazemos e do que tentamos fazer pelos outros, assim como para nós mesmos”.

Nomeado Portugueses de Valor 2019: Fernando Martins

 

Fernando Martins é natural de Aguiar da Beira mas cedo emigrou para França. Com 11 anos partiu rumo a Paris para, inicialmente, trabalhar no sector da construção civil. Aos 26 anos muda-se para a região da champagne e começa a trabalhar, juntamente com a esposa, nas vinhas. Mais tarde, em 2001, surgiu a oportunidade de criar uma empresa de prestação de serviços vitivinícolas. Até hoje em funções, a empresa realiza todos os serviços nas vinhas, desde a poda à vindima. É precisamente nesta altura, na vindima, que Fernando Martins traz de Portugal cerca de 250 trabalhadores para, durante algumas semanas, trabalharem nas vinhas. Foi desta forma que Fernando Martins decidiu construir uma casa que pudesse alojar os vindimadores. “Em tempos cheguei a ter 350, hoje são cerca de 250 por ano. Por isso, pela construção da casa, acabei por me tornar empresário do sector da construção civil”, explicou. A actividade na construção não se ficou por aí, mantendo até aos dias de hoje a empresa em funcionamento.
 
Da mesma forma que se trabalha na gestão de duas empresas, trabalha-se igualmente numa terceira. As ideias na cabeça de Fernando Martins não param e daí surgiu a construção do Gîtes des Sablons, um conjunto de casas rurais. Quando se pensa que Fernando Martins, com empresas em três sectores de actividade distintos, não tem novas ideias, está-se enganado. Em Junho de 2017 criou a Design Meubles, uma loja de móveis em Châtillon-sur-Marne.
 
O empresário assume que todos os sonhos que tinha na vida já os conseguiu alcançar, mas que a cada dia que passa, um novo surgirá para tentar concretizar. Assenta a sua vida em lealdade e amizade, orgulhando-se de ter muitos amigos, quer em Portugal, quer em França. O seu lema de vida, que o deixa também a todos os portugueses é que “para conseguirmos alguma coisa da vida temos de trabalhar, não se pode esperar que o dinheiro caia do ar”.

Nomeado Portugueses de Valor 2019: Fernando Duarte

 

A cidade do Porto viu nascer e crescer um jovem que viria a tornar-se um Médico Dentista de referência nacional e internacional. Fernando Duarte é filho único e recorda uma infância de uma “caminhada em solidão”. A característica do “eu” exacerbado foi modificada com a sua entrada para o colégio Salesiano, onde fez um regime intenso e uma parceria de colegas que ainda hoje mantém. O percurso universitário é também realizado na cidade do Porto, fazendo a licenciatura em Medicina Dentária. Formado e com 24 anos, candidata-se à Universidade de Londres onde fez a especialização e Mestrado em Cirurgia Oral e Maxilofacial. “Foi uma aventura ir viver sozinho para Londres, desde o arranjar casa, tratar da roupa, alimentação, transportes, foi uma aventura que me ajudou a crescer e tornar-me um ser humano mais global”, conta.
 
De regresso a Portugal, por razões afectivas, e juntamente com a sua esposa, Carina Ramos, também médica dentista, deram início à Clitrofa, que traduz a essência de um conceito hospitalar e de um verdadeiro tratamento integrado. Este projecto, iniciado em 2002, era originalmente vocacionado para a medicina dentária, na sua vertente mais cirúrgica e reabilitadora. Hoje, é um projecto muito mais abrangente. “Numa parte inicial uma clínica mais pequena, com poucas valências, e pouco a pouco fomos crescendo em termos de serviços e em termos de dimensão”. Actualmente, Fernando Duarte dedica ainda parte do seu tempo à formação e à investigação. É docente universitário, consultor científico e especialista em Cirurgia Oral, pela Ordem dos Médicos Dentistas.
 
Fernando Duarte confessa que o seu grande sonho é ser pai, e que o tenta ser da melhor maneira possível. Aqui também tem um peso significativo os valores que emprega na sua vida. “O principal valor é a verdade, é o grande valor que passo para os meus filhos. Depois é o trabalho e a perseverança. Eu digo aos meus filhos que trabalhar um dia é bom, um mês é muito bom, um ano é maravilhoso, uma vida torna-nos imprescindíveis. Isto é que nós temos de pôr em mente”. Envolvido no meio que o rodeia, o médico dentista tem um protocolo com a Câmara Municipal da Trofa, no sentido de ajudar as famílias carenciadas, com um determinado número de consultas gratuitas por mês. Para si, ser português significa saudade. “Quem vive fora do país sabe o que isso significa. O cheiro do mar, da alimentação, o sentimento, as frases, as expressões. É um prazer, orgulho imenso ser português, desejo-vos que onde quer que estejam sejam autênticos empreendedores e autênticos líderes. Tenho a certeza que a genética está lá, o trabalho está lá”.

Nomeado Portugueses de Valor 2019: Alexandre Vaz

 

Natural de Ferreira de Aves, em Sátão, Alexandre Vaz tem dedicado grande parte do sua actividade profissional ao concelho que o viu nascer. Em Sátão tem as suas memórias de infância, mas foi em Coimbra onde se formou e onde realizou o sonho de se licenciar em Medicina. Começou no Hospital de Viseu até passar para um hospital concelhio em Sátão. Aí manteve-se até à criação de um posto médico na aldeia onde hoje habita, Lamas de Ferreira de Aves. Em 2005 tornou-se presidente da Câmara Municipal de Sátão, cargo que desempenhou durante 12 anos.
 
Hoje, é o vice-presidente do Município apoiando quem sempre esteve ao seu lado. Respeitado por toda a população local, Alexandre Vaz tem no contacto com as pessoas, na educação, na maneira de estar e na honestidade os seus valores máximos. Sempre foi exercendo medicina de forma benévola em instituições locais, retirando daí o carinho do contacto com as pessoas.
 
Considera-se patriota com a ideia de defender de Portugal, esteja onde estiver. “A mensagem que eu deixo aos portugueses é que acreditem nos políticos, acreditem no país e, sobretudo, aqueles que têm levado o nome de Portugal longe o continuem a fazer da mesma maneira, fazendo aquilo que mais gostam”.