16 Jun, 2019 Última Actualização 8:00 AM, 16 Jun, 2019

Portugueses de Valor 2018: Nomeada Olivia Gonçalves de Carvalho

 

Olivia Gonçalves de Carvalho é oriunda de Galelos de Santa Maria, uma freguesia do concelho de Barcelos. Terra de muitas “fábricas de bonecos” como assim lhes dá nome, Olivia Gonçalves de Carvalho tornou-se pintora de uma das figuras mais típicas de Portugal: o Galo de Barcelos. Começou a trabalhar com 14 anos, numa altura em que todos na sua região ingressavam na mesma actividade. O ano de 1968 marca uma viragem na sua vida. Conhece o seu marido, casa e emigra para França. Com apenas 19 anos está em território francês para acompanhar o seu marido. Sempre gostou de conhecer coisas novas e a ida para França permitiu-lhe isso mesmo. Três anos depois o seu marido já tinha uma empresa própria, no sector da construção civil. Hoje em dia, Olivia Gonçalves de Carvalho tenta ajudar os novos emigrantes e sente-se feliz por isso.

Portugueses de Valor 2018: Nomeado David Silva

 

David Silva nasceu em 1981 em França, mas a sua ligação a Portugal continua forte e diária. Todos os dias fala a língua portuguesa, seja em casa com a esposa, na empresa com colaboradores, ou pelo facto de a família ter também uma empresa em Portugal. Desde sempre se lembra da existência da Alfyma, empresa familiar criada pelos seus pais. Por isso, a sua infância fica marcada por uma excelente educação, mas também por muito trabalho. David Silva passou por algumas experiências profissionais antes de ingressar na empresa familiar, onde passou por todos as áreas: entrega de material, vertente técnica, assistente comercial, comercial e, por último, gestão. Dá o melhor de si para ajudar a empresa a crescer, e admite que tem a vantagem e gostar do que faz.

Portugueses de Valor 2018: Nomeado Manuel Soares

 

Aos 23 anos lança-se por mero acaso no mundo dos mosaicos mas, pouco tempo depois, o mármore torna-se a sua paixão e hoje tem uma empresa de renome em Paris. A coragem e a seriedade são duas das características do povo português que considera terem-no influenciado na sua vida. Para Manuel Soares o sucesso profissional que atingiu em França não teria sido o mesmo se tivesse ficado em Portugal, acredita que não lhe teriam surgido as mesmas oportunidades e também a necessidade, de trabalho e vontade de vencer.

Portugueses de Valor 2018: Nomeado Francisco da Cunha

 

Francisco Barros da Cunha Leal chegou a França em Setembro de 1967, embalado pela situação de instabilidade política dos anos 60 em Portugal. Começou por trabalhar como electricista na área da construção civil e de seguida como técnico de estudos numa empresa de instalações eléctricas. Aí encontrou um futuro sócio com o qual trabalhou durante 10 anos, até à criação da sua própria empresa, a ALPHA TP, em 1983. Hoje em dia, a ALPHA TP, com o estatuto de sociedade cooperativa e trabalha no ramo das infra-estruturas: estradas, aterros, saneamento, iluminação pública, redes eléctricas.

Portugueses de Valor 2018: Nomeado Pedro Henriques

 

Pedro Henriques, nasceu na pequena vila de Alpiarça, no distrito de Santarém. A juventude é relembrada com um sorriso no rosto, no entanto, algumas peripécias ficam em segredo de justiça.

Até atingir a cédula profissional de Advogado coleccionou muitas experiências profissionais. Nos Estados Unidos da América vivenciou a sua primeira experiência profissional, como jornalista, e esteve ligado ainda à área da saúde