17 Oct, 2018 Última Actualização 2:20 PM, 17 Oct, 2018

Presidente da República no centenário da Cruz de Malta em Moreira da Maia

 

Marcelo Rebelo de Sousa visitou a freguesia de Moreira, na Maia, participando na cerimónia que assinalou os 100 anos da Associação Humanitária e Social Cruz de Malta. O evento teve lugar na antiga Escola Primária do Padrão de Moreira, que funciona agora como Sede Operacional do Norte e que acolherá, no futuro, o Centro de Gerontologia a Norte, a Sede da Força de Busca e Salvamento e um Gabinete de Apoio aos Peregrinos, de Santiago de Compostela.

Emigrante português fez donativo a Bombeiros de Ponte de Lima

Por norma, estamos habituados a ser auxiliados pelos bombeiros, esta história contraria a tendência e quem costuma ajudar foi, neste caso, o alvo da ajuda.

Abílio Lourenço, radicado em França, é o protagonista de um acto de solidariedade que culmina com um donativo de uma ambulância de socorro para a corporação dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima.

 

Association Solidarité aux Victimes des Incendies de Leiria ajuda a renascer das cinzas

 

Um ano após a tragédia dos incêndios em Portugal, o negro volta a dar lugar ao verde e as habitações começam a renascer das cinzas. Os rostos fechados começam a ganhar novos sorrisos. Há um ano, ninguém ficou indiferente a esta adversidade. Foram muitas as ajudas que chegaram, e de vários pontos do mundo. Também a comunidade portuguesa em França se uniu, juntando em pouco tempo, verbas para o apoio às vítimas. Representantes da l'Association Solidarité aux Victimes des Incendies de Leiria foram ao terreno, ver na primeira pessoa, o estado das obras nas habitações afetadas.

Santuário de Fátima é ponto de paragem obrigatório para os emigrantes

 

Durante o mês de Agosto, o Santuário de Fátima torna-se local de paragem obrigatório, e o recinto de oração enche-se de peregrinos emigrantes, que reforçam a sua fé, antes do regresso ao país onde vivem. O francês é mesmo a língua que mais se ouve em redor do santuário, com muitos carros vindos da Suíça e França, sobretudo, mas também do Luxemburgo, Bélgica e Alemanha.

A fé é o denominador comum a todos. Saúde, paz, força e coragem estão entre as preces mais comuns. Entre várias manifestações de fé, como as promessas pagas de joelho e a oferta de velas, todos convergem em oração diante do altar. É visível a confiança que os emigrantes depositam em Nossa senhora no meio das suas preocupações e aflições. As comunidades continuam a praticar a fé que receberam e a passar aos seus filhos a educação católica.